Tornado "catastrófico" atinge os Estados Unidos

31 mar 2023, 22:28

Cerca de 28 milhões de pessoas estão em zona considerada de vigilância

Um grande tornado atingiu a cidade de Little Rock, no estado norte-americano do Arkansas, durante a tarde desta sexta-feira. De acordo com os serviços de emergência dos Estados Unidos há várias árvores arrancadas do chão e casas destruídas, sendo que centenas de pessoas foram retiradas das suas habitações.

A CBS News refere que a Universidade do Arkansas declarou que devem existir várias vítimas, referindo-se mesmo a uma situação "catastrófica". Até ao momento, e de acordo com os serviços de fornecimento de energia dos Estados Unidos, cerca de 90 mil pessoas do estado do Arkansas estão sem eletricidade, esperando-se que o tornado possa afetar outros estados, nomeadamente o Illinois.

Mais tarde a CNN referiu que as autoridades confirmaram a existência de dois tornados diferentes, ambos formados na sequência de um sistema de tempestades que está a causar vários estragos na zona.

Escreve o The New York Times que dois hospitais da zona estão a receber vários feridos, sendo que o porta-voz do CHI St. Vincent fala mesmo num "grande volume de pessoas feridas".

A governadora do estado do Arkansas informou que foi declarado o estado de emergência por causa do mau tempo. "Não vamos popuar nos recursos para apoiar e recuperar os cidadãos afetados", disse Sarah Huckabee Sanders.

Já no Missouri o governador ativou o plano de operações de emergência do estado, convocando a Guarda Nacional do Missouri para lidar com a situação. "À medida que zonas do estado estão a ser afetadas pelo mau tempo, queremos assegurar que todos os recursos necessários estão disponíveis", disse Mike Parson.

As imagens de Little Rock mostram vários destroços e casas completamente destruídas, sendo que já foi declarada emergência para várias cidades da zona. De momento é impossível perceber quantos feridos poderão existir do fenómeno.

Os meteorologistas do Serviço Nacional de Meteorologia dos Estados Unidos tiveram mesmo de se deslocar do local onde estavam a operar, uma vez que o tornado se deslocava na direção do local onde o serviço funciona regularmente.

Aquele mesmo serviço refere ainda que são 28 milhões as pessoas que podem vir a ser afetadas pelo fenómeno, estando dentro da bolha considerada como estando em "vigilância". Os serviços de emergência falam num "tornado grande e destrutivo" que poderá passar por vários outros estados.

E.U.A.

Mais E.U.A.

Mais Lidas

Patrocinados