Costa dois dias na Coreia do Sul para reforçar relações institucionais e económicas

Agência Lusa , MBM
3 abr 2023, 16:47
Bandeira da Coreia do Sul (	Kim Jae-Myoung/ Getty Images)

A visita esteve prevista para 2020, mas foi adiada por causa da pandemia

O primeiro-ministro, António Costa, visita a Coreia do Sul nos próximos dias 11 e 12, deslocação que visa reforçar as relações institucionais no plano bilateral e que, segundo o executivo, terá “uma forte componente económica”.

De acordo com um comunicado esta segunda-feira divulgado pelo gabinete do primeiro-ministro, durante os dois dias de permanência em Seul, António Costa participará num “Fórum de Negócios Portugal-Coreia do Sul e terá reuniões com empresários”.

“Os setores do ramo automóvel, da eletrónica e da energia, em particular das energias renováveis, estarão em destaque nos contactos previstos que incluem visitas a unidades industriais”, refere-se.

Na mesma nota, salienta-se que a Coreia do Sul “é uma das maiores economias do mundo, ocupando posição de relevo na área da competitividade e inovação”.

A visita do primeiro-ministro português à Coreia do Sul esteve prevista para 2020, mas foi adiada várias vezes por causa da pandemia da covid-19.

Ásia

Mais Ásia

Patrocinados