Alemanha
62'
1 - 0
Hungria

Air France-KLM mantém interesse na compra da TAP - está de olho nas viagens para o Brasil

ECO - Parceiro CNN Portugal , André Veríssimo
17 fev 2023, 15:59
KLM e Air France

Ben Smith, presidente executivo do grupo franco-holandês reafirmou que está interessado na companhia área portuguesa, sublinhando a importância das ligações ao Brasil

A Air France-KLM mantém o interesse na aquisição da TAP, com a liderança da companhia aérea portuguesa nas ligações entre a Europa e o Brasil a ser apontada como principal atrativo. Grupo pretende devolver a totalidade das ajudas de Estado em abril, ficando livre para ir às compras.

O interesse do grupo franco-holandês na TAP foi reiterado esta sexta-feira pelo CEO, Ben Smith. “Consideramos as rotas para o Brasil extremamente poderosas para nós”, afirmou, citado pela Reuters, durante a conferência de imprensa de apresentação dos resultados anuais.

Para poder fazer uma oferta, a Air France-KLM terá primeiro de devolver na íntegra os 4.000 milhões de euros que recebeu em auxílios estatais. Estão ainda em falta 1,2 mil milhões, que pretende reembolsar em abril de 2023, indica o comunicado divulgado esta sexta-feira.

A alemã Lufthansa e o grupo IAG, que junta a British Airways a Iberia e outras companhias, integram também o lote de candidatos à aquisição da transportadora aérea portuguesa.

A Air France-KLM fechou 2022 com um crescimento de 84,4% nas receitas, para os 26,39 mil milhões de euros. O quarto trimestre foi, de resto, o melhor de sempre da companhia, com um volume de negócios de 7,13 mil milhões. As contas voltaram ao verde, com lucros de 728 milhões para o conjunto do ano.

“No plano financeiro, realizámos com sucesso grandes operações de recuperação do nosso capital e de consolidação do nosso balanço, continuando a reembolsar os auxílios estatais recebidos”, sublinhou Ben Smith no comunicado de divulgação das contas. Os fluxos de caixa libertos cresceram para 1,9 mil milhões de euros e a dívida líquida baixou 1,88 mil milhões para 6,34 mil milhões.

O processo de reprivatização da TAP já está em marcha. A transportadora aérea contratou o banco de investimento norte-americano Evercore para procurar e ouvir interessados na privatização. O ministro das Finanças afirmou na primeira semana de fevereiro que “espera, em breve, poder apresentar ao Conselho de Ministros o arranque do processo de privatização da TAP”.

Fernando Medina, disse também que o pré-estudo feito pela companhia aérea com a Evercore concluiu “que dado o muito bom desempenho que a TAP está a ter, muito acima das perspetivas relativamente ao cumprimento do plano de reestruturação, este é um bom momento para avaliar e decidir relativamente ao curso da privatização da companhia”.

Relacionados

Empresas

Mais Empresas

Patrocinados