25 DE ABRIL, 50 ANOS: ouve-se «Grândola, Vila Morena» na Rádio Renascença

25 abr, 00:20
Núcleo Museológico "Grândola, Vila Morena" (DR)

A cronologia do dia inicial, inteiro e limpo

Enquanto na Escola Prática de Cavalaria se aguarda ansiosamente que toque a «Grândola, Vila Morena», de Zeca Afonso, às 00.05 horas um corte de energia coloca em risco a emissão da Rádio Renascença. A transmissão é retomada às 00.10 horas e às 00.20 ouve-se a voz do jornalista e escritor Leite de Vasconcelos, nascido em Arcos de Valdevez e criado em Moçambique.

«Grândola, Vila Morena, terra da fraternidade, o povo é quem mais ordena, dentro de ti ó cidade», anuncia Leite de Vasconcelos, no programa «Limite».

A contra-senha foi o sinal para se avançar para a execução da operação Fim do Regime. Pela primeira vez, os contactos vão deixar de ser feitos clandestinamente.

Tudo foi combinado nos dias anteriores. Carlos Contreiras, um dos comandantes da revolução, na altura com 32 anos, encontrou-se com Álvaro Guerra, jornalista do República, que fez os contactos com amigos da rádio. A primeira opção foi a Emissora Nacional, mas foi abandonada por falta de recetividade à ideia. Álvaro Guerra lembrou-se então da Rádio Renascença, que a partir da meia-noite emitia o programa independente «Limite», feito e produzido por opositores ao regime.

Foi o jornalista Álvaro Guerra quem fez os contactos. Carlos Contreiras queria que a música da contra-senha fosse «Venham mais cinco», também de Zeca Afonso, mas a ideia é reprovada por se tratar de uma canção proibida pela própria Rádio Renascença. É então que surge a ideia do «Grândola, Vila Morena».

Carlos Albino, produtor do «Limite», e Manuel Tomás, sonoplasta do programa, combinam ajoelhados na Igreja de S. João de Brito, enquanto fingem que estão a rezar, como ludibriar a censura. Ficou então assente que a estrofe inicial e a canção «Gândola, Vila Morena» dariam início ao programa, antes de se recitarem poemas sobre a geografia de Portugal.

Leite de Vasconcelos, que até estava de folga nesse dia, foi chamado para gravar a voz, o que fez sem ser informado do que iria acontecer. Manuel Tomás fez a sonorização e a fita com o programa gravador foi para o ar às à meia noite, vinte minutos e dezanove segundos.

SIGA AQUI A CRONOLOGIA ESPECIAL DO MAISFUTEBOL deste dia inicial, inteiro e limpo

Os sons do programa «Limite», na voz de Leite Vasconcelos, na madrugada de 25 de abril de 1974:

Patrocinados