UE assina acordo energético: "É um sinal muito forte de coesão"

26 jul, 19:53

Os ministros da Energia da UE chegaram hoje a um acordo político sobre a meta para reduzir 15% do consumo de gás até à primavera, pelo receio de rutura no fornecimento russo, tendo este compromisso sido possível após uma reformulação da proposta original da Comissão - que vários países, entre os quais Portugal, rejeitavam

A comentadora da CNN Portugal, Helena Ferro Gouveia, analisou todos os detalhes do acordo dos 27, numa altura em que a Rússia intensifica a ameaça do corte energético à UE. 

Europa

Mais Europa

Patrocinados