Tempo de espera ultrapassa as 15 horas para doentes urgentes no Amadora-Sintra e no Beatriz Ângelo

Jornalista TVI e TVI24
3 jan, 14:04

A pressão nas urgências dos hospitais, sobretudo na região de Lisboa, é grande. Na manhã desta quarta-feira, o Amadora-Sintra e o Beatriz Ângelo chegaram a ultrapassar as 15 horas de espera para doentes urgentes, com pulseira amarela, que deviam ser atendidos no máximo no prazo de uma hora.

Saúde

Mais Saúde

Patrocinados