"Só agora é que começou a sorrir": crianças feridas em Mariupol tratadas em Donetsk

6 abr, 21:14

Cercada há mais de um mês, o número de vítimas dos bombardeamentos russos em Mariupol não pára de crescer. No entanto, algumas das pessoas feridas na cidade mártir são tratadas na região separatista.

É esse o caso das crianças que estão a ser tratadas na ala pediátrica de uma unidade de traumatologia em Donetsk. O jornalista Bruno Amaral de Carvalho está a acompanhar a guerra do lado das tropas russas e conheceu algumas histórias muito duras.

Europa

Mais Europa

Patrocinados