Robertadas, cristianites e o gigante Diogo Costa: a análise de Rui Santos ao Portugal x Eslovénia

Colunista e comentador
2 jul, 21:03

Depois do Portugal x Eslovénia, Rui Santos atribui culpas ao selecionador nacional Roberto Martínez, naquilo a que chama de “robertadas”, ou seja, “as dificuldades no sentido da gestão técnico-tática da equipa”.

“Não consigo entender porque tirou Vitinha e Rafael Leão”, exemplifica. Outro dos exemplos foi Francisco Conceição do lado esquerdo. A que se junta a ausência de Gonçalo Ramos.

Rui Santos defende que Martínez está mais preocupado em gerir egos e que os “jogadores não se constipem”, tratando-os como “bichinhos de estimação”.

Sobre Cristiano Ronaldo, o comentador responde aos críticos que insistem em colocar todas as culpas no internacional português, naquilo a que chama de “cristianites”. Rui Santos insiste que o capitão deve ser “sustentado” pelos outros jogadores.

Euro 2024

Mais Euro 2024

Patrocinados