Presidente e vice-presidente de Montalegre: Ministério Público propõe prisão preventiva

30 out, 21:55

O Ministério Público quer que o presidente e o vice-presidente da Câmara de Montalegre aguardem julgamento em prisão preventiva.  

Orlando Alves e David Teixeira, que, entretanto, renunciaram aos mandatos, foram ouvidos esta sexta-feira no Tribunal de Instrução Criminal, juntamente com o chefe de divisão de obras.  

O juiz de instrução do Tribunal do Porto só irá anunciar as medidas de coação na segunda-feira

País

Mais País

Patrocinados