Osteopata condenado a três anos de prisão efetiva por abuso sexual durante tratamento

21 abr, 15:40

Um osteopata foi condenado a três anos de prisão por um crime de abuso sexual. A vítima diz ter sido molestada em 2020 durante o tratamento 

País

Mais País

Patrocinados