Medina não se compromete com apoio ao crédito à habitação: "Já sublinhei a importância de termos as contas certas"

9 set, 14:20

A taxa de juros subiu esta quinta-feira e, consequentemente, os orçamentos das famílias vão ser afetados com o aumento dos créditos à habitação. O Governo afirmou que iria estudar medidas para ajudar os portugueses, mas o ministro das Finanças não se compromete.  

“Já sublinhei a importância da redução da dívida pública e termos as contas certas”, diz Fernando Medina. O ministro referiu ainda o tempo das moratórias no período da pandemia, destacando que foi um acordo europeu e que não “envolveu a força orçamental.” 

Governo

Mais Governo

Patrocinados