Gomes Cravinho: "Adesão à NATO de Finlândia e Suécia é passo natural"

14 mai, 18:54

O ministro português dos Negócios Estrangeiros disse hoje esperar que, até final do ano, Finlândia e Suécia sejam “membros de pleno direito” da NATO, não prevendo “dificuldades de maior” àquele que é um “passo natural” para a segurança europeia.

“Gostaria de pensar que, até final do ano, isto seja possível, que [a Finlândia e a Suécia] sejam membros de pleno direito [da NATO], mas vai depender dos outros 29 membros além de Portugal”, declarou João Gomes Cravinho.

Europa

Mais Europa

Patrocinados