"Fazer justiça às vítimas". Primeiro julgamento de crimes de guerra passa uma mensagem à Rússia e permite à Ucrânia "sanar feridas"

19 mai, 11:23

Sónia Sénica, especialista em relações internacionais e comentadora da CNN Portugal/TVI, considera que o primeiro julgamento por crimes de guerra que está a realizar-se na Ucrânia "é muito importante para que se possa começar a sanar feridas" nesta guerra. "Fazer justiça às vitimas - é quase como tratar de uma ferida em termos nacionais e identitários", diz. O julgamento dá "uma mensagem muito clara àquilo que pretende ser uma responsabilização pelos crimes perpetrados na Ucrânia, sobretudo a questão dos crimes de guerra, custe o que custar, demore o tempo que demorar, há o intuito de responsabilizar os perpetradores dos vários crimes ocorridos em solo ucraniano".

Europa

Mais Europa

Patrocinados