Chechenos acusados de atrocidades querem cercar Kiev. "Tarefa dada pelo nosso querido presidente Vladimir Putin"

11 abr, 22:55

Em múltiplas cidades da Ucrânia aumentam os relatos de que algumas das maiores atrocidades poderão ter o dedo dos chechenos.

A Guarda Nacional da Chechénia é uma organização paramilitar, apoiada pela Rússia e ao longo dos anos tem sido acusada de crimes brutais com uma total indiferença pela vida humana. O líder da Chechénia, Kadirov, foi promovido a tenente general e disse que as ofensivas russas vão continuar em várias cidades, incluindo Kiev.  
 

Europa

Mais Europa

Patrocinados