Caso EDP: "Nove anos de prisão? Não creio que isso se suceda", diz Manuel Pinho

6 mai, 16:06

Manuel Pinho, arguido no caso EDP, garantiu esta segunda-feira que é inocente. “Tenho a certeza absoluta que não cometi nenhum ato de corrupção”, disse aos jornalistas no Campus da Justiça, depois do Ministério Público ter pedido uma pena de prisão de pelo menos nove anos.

Crime e Justiça

Mais Crime e Justiça

Mais Vistos

Patrocinados