"Ajuda humanitária em Gaza é uma gota no oceano". Não se trata apenas de feridos de guerra. As mulheres continuam a ter filhos e as crianças doenças

8 mai, 23:41

Gustavo Carona, médico intensivista, sublinha a dificuldade de "encontrar adjetivos" para descrever a situação vivida na Faixa de Gaza. O médico diz que os feridos de guerra são os mais difíceis de tratar. Contudo, não são os únicos-

Médio Oriente

Mais Médio Oriente

Mais Vistos

Patrocinados