As novas rotas de comboio na Europa para 2022

CNN , Julia Buckley
27 fev, 14:00
Viagens de comboio

Qual é o acompanhamento perfeito para o alívio gradual das medidas de combate à pandemia na Europa? Uma rede ferroviária internacional em crescimento para 2022.

Os comboios noturnos continentais passaram de estar à beira da extinção para um ressurgimento a nível europeu, encabeçado pelos caminhos-de-ferro austríacos ÖBB, com empresas novas e privadas a fornecerem mais opções.

Entretanto, à medida que mais comboios diurnos entram em funcionamento ao longo do continente, os preços vão descendo. As duas redes de alta velocidade italianas estão a suprimir cada vez mais as carruagens requintadas para atrair clientes, ao mesmo tempo que em França e em Espanha foram implementados comboios low-cost e de alta velocidade.

Então, por onde andar de comboio em 2022? Eis algumas rotas novas que abriram na Europa nos últimos meses – e algumas por que esperar para o resto do ano.

EM FUNCIONAMENTO

Viena para Paris

O novo comboio notturno da ÖBB's entre Vienna-Paris segue a rota original do Expresso do Oriente.
Harald Eisenberger/OBB

O comboio Nightjet da ÖBB, de Viena para Paris, foi lançado em dezembro de 2021 e funciona três vezes por semana nas duas direções. É um de vários comboios que conecta grandes cidades europeias – atravessa Salzburgo, Munique e Estrasburgo – e segue a rota do Expresso do Oriente original (por um preço muito mais baixo). A viagem de 14 horas parte de Viena às 7h40 e chega a Paris às 9h42, mesmo a tempo para um croissant e um café au lait; se for na direção contrária, demora mais dez minutos. As tarifas vão desde 101 dólares por uma cabine privada.

Amesterdão para Zurique

Apanhe o novo comboio notturno em Amesterdão e acorde a chegar à estação de Zurique.

Outro comboio noturno Nightjet, esta rota lançada em dezembro de 2021 conecta Amesterdão e Zurique. Para em estações alemãs pelo caminho, incluindo Colónia, Bonn e o Aeroporto de Frankfurt, antes de atravessar para a Suíça e parar em Basileia. A viagem inteira demora menos de 12 horas, chegando a Zurique pouco depois das 20h e a Amesterdão depois das 21, para aqueles que viajam na direção contrária.

Génova para Nápoles

Italo traz um comboio de alta velocidade para Génova.
Italo

Pode ser a sexta maior cidade de Itália, mas Génova está mal conectada com o resto do país; para chegar à capital, as opções são apanhar um comboio regular pela costa oeste, ou seguir pelo nordeste até Milão e trocar para um comboio de alta velocidade no sul. Pelo menos, era assim até chegar Italo – a rede ferroviária de alta velocidade italiana rival da Trenitalia que é detida pelo estado – ter começado uma rota de Génova até Nápoles. Sim, a sua rota continua a subir e a passar por Milão, mas depois dirige-se sem paragens até ao sul, para Roma e Nápoles. A viagem completa demora seis horas e 45 minutos, poupando 80 minutos da rota direta prévia.

Bruxelas para Praga

O novo comboio noturno desde Bruxelas até Praga é uma cooperativa holandesa-belga.

Esta é uma grande odisseia europeia que será lançada no verão de 2022. O comboio noturno da European Sleeper irá atravessar o continente às escuras, partindo de Bruxelas à hora de jantar passando por grandes cidades, incluindo Amesterdão, Hanover e Berlim, antes de chegar a Praga a tempo de um pequeno-almoço tardio, por volta das 10h30. Irá funcionar três vezes por semana e os bilhetes estarão à venda na primavera. A empresa é uma cooperativa holandesa-belga que funciona em parceria com a rede-ferroviária checa RegioJet e esta diz que irá lançar uma rota Bruxelas-Varsóvia em 2023.

Madrid – Barcelona

A rota low-cost e de alta velocidade Madrid-Barcelona passa por Saragoça.

Os comboios de alta velocidade costumam ser caros, a não ser que estejamos a falar da híper popular rota Madrid-Barcelona em Espanha que viu abrir nada menos do que duas opções low-cost e de alta velocidade. Ouigo, uma subsidiária da SNCF francesa, foi lançada em maio de 2021, e Avlo, parte da Renfe Espanhola, um mês depois. A Ouigo faz paragens intermediárias nas animadas Saragoça e Tarragona desde setembro, enquanto alguns comboios da Avlo continuam a seguir para Figueres.

Paris para Milão

A classe executiva no Frecciarossa parece um jato privado.

O principal comboio de alta velocidade da atrevida Frecciarossa, em Itália, começou um novo serviço de Milão para Paris em dezembro de 2021. Embora não seja uma rota nova – os TGV franceses já faziam a interligação entre as duas cidades – é uma forma muito mais glamorosa de o fazer, sobretudo se comprar bilhete para a classe executiva Frecciarossa, cujas cadeiras parecem ser de um jato privado. A rota é grande – via Turin, Chambery e Lyon  -- e demora menos 20 minutos do que o TGV.

Londres para Edimburgo

Lumo trouxe um comboio low-cost para a rota movimentada de Londres-Edimburgo.
Euan Cherry/PA/Lomo

Uma vez mais, esta não é bem uma nova rota, mas irá abrir uma rota popular para quem tem um orçamento limitado. O novo serviço Lumo, que foi lançado em outubro de 2021, procura providenciar uma alternativa às companhias aéreas low-cost, que normalmente lucram com esta rota uma vez que os comboios do Reino Unido são notoriamente caros. Tendo começado com três serviços por dia, irão passar a cinco em abril. No entanto, verifique com atenção o preço – embora os preços comecem nos 20 dólares para cada lado, o mais barato que vimos no dia em que verificámos, com dois meses de antecedência, foi de 50 dólares. A Lumo diz que 60% dos bilhetes são vendidos por 41 dólares ou menos.

Cuneo para Nice

A linha Cuneo-Nice é conhecida como “ferrovia das maravilhas”, cruzando Itália e França antes de emergir no Mediterrâneo em Nice.

A viagem de Cuneo, nas montanhas de Piedmont, a caminho de Nice, na Costa Azul, é tão bonita que em 2021 membros de uma organização sem fins lucrativos para o património, a FAI (Fondo per l'Ambiente Italiano), a declararam como uma das coisas mais preciosas de Itália. Descendo 1000 metros ao longo de mais de 96 km, é uma viagem espantosa pelas montanhas, que atravessa viadutos altos, e desce até ao Mar Mediterrâneo, cruzando Itália e França durante todo o caminho. Não admira que seja conhecida como "Ferrovia delle meraviglie" – ferrovia das maravilhas. Uma secção estava fechada desde outubro de 2020, devido a danos de uma tempestade, mas a linha voltou a abrir por completo a 21 de dezembro de 2021.

Ancona para Fabriano

Este é um dos comboios vintage turísticos de Itália.
Fondazione FS

Itália tem uma grande coleção de “comboios turísticos”, e este, que foi lançado em setembro de 2021, é um dos mais espetaculares, começando na costa em Ancona e sobe até às montanhas alpinas, observando a amplitude da região Marche. Numa ferrovia de uma só via do século XIX – umas das linhas mais antigas de Itália – usando uma locomotiva vintage a diesel, para em Fabriano (a casa medieval do papel) antes de seguir para o vale do Cesano, para Sassoferrato e para Pergola, onde volta para trás.

Ljubljana para Graz

Graz está acessível diretamente da Eslovénia graças ao novo comboio Ljubljana-Budapeste.
JFL Photography/Adobe Stock

A rota da ÖBB de Ljubljana para Budapeste foi lançada em dezembro de 2021, mas o seu circuito sinuoso através da Áustria significa que não é a mais rápida desse trecho. No entanto, abriu uma linha direta da capital eslovaca até Graz. Demora três horas e 17 minutos, parte de Ljubljana pouco depois das 16h.

Viena para Frankfurt

Os RailJets vermelhos da ÖBB vão agora de Viena até Frankfurt.
volkerpreusser/Alamy Stock Photo

Outro dos lançamentos de dezembro da ÖBB, este é um comboio Railjet, estendendo a atual rota Railjet Viena-Innsbruck, que anteriormente terminava em Bregenz. Agora, vai até Frankfurt – uma rota que também pode alcançar através de um comboio intercidades na ÖBB.

Palermo para Messina

O Frecciabianca acelera agora através de Sicília até Messina.
napa74/Adobe Stock

Até agora, podia apanhar um comboio de alta velocidade desde o norte da Itália até ao extremo sul da bota, em Lamezia Terme. Agora, também pode atravessar Sicília rapidamente – o primeiro serviço de alta velocidade na maior ilha do Mediterrâneo começou em novembro de 2021. Liga a capital Palermo com a segunda cidade, Catânia, atravessando a menos visitada central de Sicília, via Caltanisseta e Enna, antes de emergir na costa em Catânia e seguir para norte para Messina, onde hidrofólios fazem a ligação aos comboios de alta velocidade no continente. Ainda não são bem a alta velocidade -- a viagem inteira demora cerca de três horas, embora deva ser reduzida para duas horas e 15 minutos dentro de dois anos. O elegante comboio Frecciabianca também é uma boa melhoria aos comboios regionais lentos que percorrem atualmente a rota no centro de Sicília.

Viena para Cluj-Napoca

Esta incrível nova viagem segue o Danúbio desde Viena (na imagem) até Budapeste e depois até à Roménia.
Adobe Stock

Esta viagem com quase 11 horas, que foi lançada em dezembro de 2021, serpenteia pela Áustria, Hungria e Roménia, contornando a fronteira eslovaca e o Danúbio antes de parar em Budapeste, atravessando depois a fronteira romena pouco antes de Oradea. Cluj-Napoca é a capital não-oficial da Transilvânia, conhecida pelas suas ruas calcetadas, edifícios medievais e vida noturna vibrante. Perto da salina Turda estilo catedral, e também daquilo que dizem ser um bosque assombrado, Hoia Baciu. Também é, claro, a porta de entrada para o famoso e deslumbrante região interior da Transilvânia.

EM BREVE

Graz para Varsóvia

O PKP leva-o de Graz até à Varsóvia a partir de junho.
PZ Studio/Adobe Stock

Junho de 2022 verá o lançamento de um comboio noturno de Gaz até Varsóvia, parando em Cracóvia antes de chegar à capital polaca. Uma parceria entre a PKP (caminhos-de-ferro polacos) e a ÖBB austríaca usando carruagens da PKP, o comboio irá partir de Graz à hora de jantar, chegando a Ostrava, na República Checa, antes de atravessar a fronteira polaca em Chałupki, continuando por Cracóvia às 6h e terminando em Varsóvia pouco antes das 9h.

Paris para Lyon

Dijon é uma paragem na rota low-cost Paris-Lyon route.
Quang Ngo/Adobe Stock

A partir de abril de 2022, a linha low-cost Ouigo irá ter um serviço desde a capital francesa até à capital gastronómica do país. Este não é bem a alta velocidade – os comboios não ultrapassam os 160 quilómetros por hora -- mas os preços começam por apenas 11 dólares pela rota de cinco horas e meia. E mais, passa por Dijon -- um dos lugares a visitar em 2022 sugeridos pela CNN.

Graz para Berlin

Graz is also the taking-off point for the extended service to Berlin.
Alamy

A ÖBB também vai lançar um serviço NightJet desde Graz até Berlim em junho de 2022. É, efetivamente, uma extensão do atual serviço Viena-Berlim.

Estocolmo para Hamburgo

A nova rota da SJ irá deixá-lo em Hamburgo.
NilsZ/Adobe Stock

A Suécia abriga o movimento europeu “voo da vergonha”, e a operadora SJ sueca está a faturar com isso com um novo comboio noturno desde Estocolmo até Hamburgo, que está previsto começar na segunda metade de 2022 com o nome de EuroNight. Partindo da Suécia ao início da noite, irá parar em Copenhaga na sua viagem pela Dinamarca, chegando a Hamburgo antes das 7h. Na direção contrária, o serviço chegará três horas mais tarde.

Zurique para Roma

The new sleeper takes you from Zurich and deposits you in the Eternal City.
Ernesto Ruscio/Getty Images

Outra Aventura NightJet, esta está prevista ser lançada em dezembro de 2022.

As viagens internacionais diurnas também foram expandidas. A rota Railjet que liga atualmente Viena, Innsbruck e Bregenz irá estender-se até Frankfurt. Segundo a ÖBB, estão planeados também novos comboios para interligar Graz e Budapeste.

Praga para Lviv

O serviço Praga-Lviv da RegioJet's foi adiado.
Christopher Occhicone/Bloomberg/Getty Images

A RegioJet previa iniciar um serviço noturno desde Praga até Lviv este ano, adiado desde 2021. No entanto, não há nada em vista ainda, e com a atual guerra na Ucrânia, é de esperar que seja novamente adiado.

Viagens

Mais Viagens

Na SELFIE

Patrocinados