Portugal
37'
0 - 0
Chéquia

Matemática meteorológica: quinta-feira > sexta-feira > sábado ao nível do vento e da chuva. Mas no domingo e na segunda "há novo agravamento"

CNN Portugal , MJC
19 out 2023, 20:30

Meteorologia, o ponto da situação agora que a tempestade Aline passou e foi embora

"Neste momento a situação meteorológica tende a desagravar mas isso não significa uma melhoria substancial, significa que durante a madrugada desta quinta-feira para sexta-feira podem ainda ocorrer aguaceiros pontualmente fortes e por vezes o vento também com alguma intensidade na rajada", alerta André Fernandes, comandante nacional da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil, fazendo o balanço da passagem da tempestade Aline pelo território continental esta quinta-feira.

E o alerta mantém-se: no sábado a situação melhora mas "poderá haver um novo agravamento para domingo e segunda-feira", avisa o responsável, garantido que a Proteção Civil está a acompanhar a situação com o IPMA - Instituto Português do Mar e da Atmosfera.

Desde o meio dia de quarta-feira até às 19:00 desta quinta foram registadas 3.470 ocorrências que envolveram 8.662 operacionais e 3 mil veículos. Só na região da grande Lisboa, esta quinta-feira, verificaram-se 748 ocorrências.

As ocorrências ocorreram com maior incidência na quarta-feira e na região norte, em particular na Área Metropolitana do Porto, e esta quinta-feira um pouco mais a sul, envolvendo Lisboa e Vale do Tejo e ainda o Alto Alentejo, explica André Fernandes. Foram sobretudo inundações na via pública e em algumas habitações, cortes na via pública e quedas de árvores e de estruturas devido à ação do vento.

A somar aos cinco desalojados verificados quarta-feira nas Fontainhas, no Porto, há dois desalojados em Palmela porque as habitações ficaram danificadas pelo vento, nomeadamente no telhado. 

Preventivamente foram retiradas 12 crianças da creche D. João de Castro, que foram para o posto dos Bombeiros de Oeiras.

Ao início da noite a Nacional 8 continuava com circulação interditada, entre Flamenga e Loures. Nesta zona, seis pessoas foram retiradas dos seus veículos - que ficaram inundados - e uma mulher foi retirada preventivamente da sua habitação.

O balanço é, apesar de tudo, positivo: "Não há vítimas a registar e o dispositivo que foi preparado funcionou, deu resposta, minimizando o potencial de dano deste evento", diz o comandante.

Relacionados

Meteorologia

Mais Meteorologia

Patrocinados