Artur Jorge: « Estamos a vivenciar uma carga negativa de expectativas»

25 fev, 14:42
Artur Jorge em conferência de Imprensa (HUGO DELGADO/LUSA)

Técnico do Sp. Braga fez a antevisão ao jogo com o Boavista

O treinador do Sp. Braga, Artur Jorge, quer uma equipa com «ambição e dedicação» para o que resta da época, ao mesmo tempo que diz que os bracarenses podiam ter passado aos oitavos de final da Liga Europa.

O técnico rejeita a ideia que tenha sido uma das piores eliminações da história do clube, embora admita que a equipa «poderia ter passado face ao que é a qualidade do adversário».

«Queremos conservar o quarto lugar, mas nunca perder a capacidade de chegar mais longe, devemos ter essa ambição, mas temos que ser competentes para o conseguir», afirmou, citado pela Lusa, na conferência de imprensa de antevisão ao jogo com o Sp. Braga.

Para Artur Jorge, o Sp. Braga não está a atravessar um período negativo: «Com o bloco de jogos, em termos de resultados, não é mau. Não pode ser considerado como espiral negativa. Estamos é a vivenciar uma carga negativa de expectativas que tem pesado muito na equipa e temos sentido dificuldades em sair dela. Tem havido pouca valorização em relação ao que temos feito e mais críticas e isso tem tido peso, temos de mudar isso.»

«Aquilo que faço convosco nunca faço antes de falar com os jogadores, e há um reconhecimento deles. Percebemos que temos tido alguns erros individuais, têm sido por demais esta época, e isso faz com que tenhamos sido penalizados. É uma crítica que faço externamente, mas sou bem mais duro internamente. Não é para nós um tabu e temos de fazer melhor, cada um de nós», continuou.

Um dos problemas esta época tem sido a quantidade de golos sofridos: «Trabalhamos em cima disso, já falámos dos erros individuais que nos têm penalizado, há erros coletivos naturalmente, eu como treinador também poderei ter responsabilidade neles, há mérito dos adversários. Se antes sofríamos, mas marcávamos mais, agora temos marcado menos. Temos poucos jogos em que não sofremos golos, ou só um, e isso é difícil de explicar.»

«Antevemos dificuldades, mas preparamo-nos para as superar. O Boavista tem um ‘onze’ muito forte, queremos contrariar as suas dinâmicas e igualar o adversário em termos de compromisso e missão para termos o resultado que queremos», concluiu.

Ricardo Horta será dúvida até à hora, enquanto Adrián Marín, lesionado, e Álvaro Djaló, castigado, são baixas certas.

O Sp. Braga joga esta segunda-feira em casa do Boavista, a partir das 20h30, em jogo da 23.ª jornada da Liga.

Relacionados

Mais Lidas

Patrocinados