Lucros da Sonae subiram para 357 milhões no ano passado

Agência Lusa , AM
13 mar, 08:09
Sonae

Com estes resultados, a empresa propõe uma distribuição de dividendos de 5,639 cêntimos por ação

Os lucros da Sonae cresceram no ano passado para 357 milhões de euros, um aumento de 6,4% relativamente ao ano anterior, anunciou a empresa.

No documento enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a Sonae destaca o aumento do resultado líquido atribuível aos acionistas, sublinhando que os impactos do apoio às famílias, do aumento dos custos financeiros e dos impostos e do investimento na expansão e digitalização dos negócios foram “mais do que compensados” por “ganhos de eficiência e mais-valias realizadas com alienação de ativos”.

Os dados divulgados pela empresa apontam para uma redução da dívida líquida em 3% para 526 ME, reforçando a posição financeira do Grupo, sendo que 83% das linhas de crédito de longo prazo “já estão indexadas a critérios de sustentabilidade, green ou ESG”, acrescenta.

A nota hoje divulgada pela empresa liderada por Clara Azevedo destaca ainda a “posição financeira sólida” ao nível dos negócios e do grupo, com “um nível significativo de liquidez disponível e um perfil de maturidade da dívida confortável”.

O volume de negócios consolidado ascendeu a 8,4 mil milhões de euros em 2023, aumentando 9,2% principalmente devido ao crescimento da MC (empresa que dirige 17 das principais marcas e uma das principais atividades do Grupo Sonae), que num exigente contexto competitivo reforçou a sua posição de liderança de mercado, e ao “forte investimento” na expansão dos negócios, refere a empresa.

A Sonae revela ainda que o EBITDA [resultado antes de impostos, juros, depreciações e amortizações] ascendeu a cerca de mil milhões de euros, com a rentabilidade “pressionada pelos esforços para absorver parte da pressão inflacionista, sobretudo nos formatos de retalho alimentar”.

Com estes resultados, a empresa propõe uma distribuição de dividendos de 5,639 cêntimos por ação.

No comunicado hoje divulgado, a presidente executiva da Sonae, Clara Azevedo, destacou 2023 como “um ano marcante” para a empresa, que conseguiu continuar a crescer “num contexto de grande incerteza e volatilidade”.

Empresas

Mais Empresas

Mais Lidas

Patrocinados