Criança liga para o número de emergência nos EUA porque queria um abraço de um agente - veja o que aconteceu

TVI , MSM
7 nov 2023, 15:45
Imagem de uma chamada 911 (imagem de vídeo)

O episódio aconteceu na Florida

Uma criança ligou para os serviços de emergência (911, que corresponde ao nosso 112), mas, na verdade, não existia qualquer problema. O menor queria apenas um abraço de um agente. Acabou por conseguir o que queria, mas também aprendeu uma lição.

O episódio, que aconteceu na Florida, Estados Unidos, foi partilhado nas redes sociais do Gabinete do Xerife do condado de Hillsborough. As imagens da bodycam do agente Scott Pracht, bem como as imagens da campainha da casa, mostram tudo o que aconteceu.

"Está tudo bem?", questionou Pracht ao ver a mãe do menino, prosseguindo: "Recebemos uma chamada". Desconfiada de que teria sido obra do filho, a mulher chamou-o para esclarecer.

"Honestamente, ele nem sabe o que é o 911", apontou, enquanto verificava o telemóvel. Apesar de desligado, a criança conseguiu fazer a chamada por ser um número de emergência, confirmou a mulher.

Quando confrontado pela mãe, o rapaz admitiu ter feito o telefonema e explicou a razão. "Bem, eu queria dar-lhe um abraço", disse, dirigindo-se de imediato ao agente para cumprir a sua missão.

"Eu sei o seu número de telefone, é 911", apontou orgulhoso o menor, que recebeu uma gentil lição do agente Pracht: "Sabes para que serve? É para usar se estiveres em sarilhos e precisares de ajuda. Ou se alguém que conheces está em sarilhos e precisa de ajuda. É muito importante. Tens de ter cuidado quando ligas para esse número. É só para emergências. Se estiveres ferido ou outra pessoa, se a tua mãe precisar de ajuda, se souberes que alguém está a fazer algo que não é suposto, liga-nos."

O rapaz pediu desculpa, mas o agente disse-lhe para não se preocupar com isso.

A forma como Scott Pracht lidou com a situação foi muito elogiada nas redes sociais.

Relacionados

E.U.A.

Mais E.U.A.

Mais Lidas

Patrocinados