Mundial 2022: organização catari anuncia assistências acima da lotação dos estádios. Fotografias mostram o contrário

CNN Portugal , NM com Lusa
21 nov, 21:25
Estados Unidos - País de Gales (Imagem AP)

No caso da goleada inglesa, a organização garante que estavam sentadas 45.334 pessoas, quando o limite de adeptos no estádio é de 40 mil

Depois de o jogo inaugural, no domingo, entre o Catar e o Equador, ter tido uma lotação anunciada superior ao número de lugares do estádio, a organização do Mundial 2022, no Catar, comunicou, neste segundo dia da prova, assistências para o Inglaterra-Irão e o Senegal-Países Baixos novamente acima da lotação máxima oficial dos respetivos estádios, após já o ter feito para o jogo de abertura no domingo.

Bancada do Al Thumama Stadium, em Doha, durante o Senegal-Países Baixos (Imagem AP).

No entanto, a transmissão televisiva e as fotografias das agências parecem demonstrar um cenário diferente de uma lotação esgotada.

Já a goleada por 6-2 dos ingleses aos iranianos, treinados por Carlos Queiroz, teve registada na ficha de jogo uma assistência de 45.334 pessoas, quando a lotação máxima do Estádio Internacional Khalifa, comunicada também pela organização, é de 40 mil.

Bancada do Khalifa International Stadium, em Doha, durante o Inglaterra - Irão (Imagem AP).

O mesmo aconteceu no Estádio Al Thumama, com 41.721 pessoas registadas na ficha de jogo, disponível no site da FIFA. O Catar considera que este recinto desportivo tem capacidade para albergar 40 mil adeptos.

O mesmo já tinha acontecido no jogo inaugural, em que o Equador derrotou os anfitriões por 2-0: foram comunicados 67.372 espectadores no Estádio Al Bayt, cuja capacidade máxima é de 60 mil.

Desporto

Mais Desporto

Patrocinados