MotoGP: Jorge Martín vence o GP de San Marino, Miguel Oliveira 6.º

10 set 2023, 13:44
MotoGP: Jorge Martin na frente do GP de San Marino (AP/Antonio Calanni)

Piloto espanhol liderou de início a fim, numa corrida com alguns abandonos. Português ganhou quatro lugares, depois de partir de 10.º. Na classificação do Mundial, soma mais dez pontos e sobe um lugar

O piloto espanhol Jorge Martín (Prima Pramac Racing) venceu, este domingo, o Grande Prémio de San Marino, num fim de semana perfeito na Ducati, com a vitória na corrida depois do êxito na corrida sprint e da pole position, além do recorde de circuito.

O português Miguel Oliveira (RNF – Aprilia), que partiu na 10.ª posição, teve um bom arranque, ascendendo de imediato a sétimo, tendo por fim terminado no sexto lugar, depois de uma disputa com Marc Márquez (Repsol Honda Team).

A chegada de Jorge Martín:

Martín liderou as 27 voltas em Misano de início a fim, num pódio totalmente Ducati e sem alterações face à grelha de partida: o italiano Marco Bezzecchi (Mooney VR46 Racing Team) foi segundo e o compatriota Francesco Bagnaia (Ducati Lenovo Team), atual líder do Mundial foi terceiro.

Bezzechi e Bagnaia protagonizaram uma luta intensa pela segunda posição e Bagnaia tirou a posição ao rival logo a abrir a corrida. Bezzechi recuperou o posto à sexta volta, mas errou logo a seguir e Bagnaia ascendeu de novo à vice-liderança. Foi já à 19.ª das 27 voltas que Bezzecchi recuperou a sua posição, terminando só atrás de Martín.

A festa do piloto espanhol após a vitória:

Na sua segunda aparição esta época depois de Jerez de la Frontera, Dani Pedrosa (wild-card da KTM para este fim de semana) fez uma excelente corrida e pressionou Bezzecchi e Bagnaia até ao fim por um lugar no pódio, mas terminou na quarta posição. Em quinto, imediatamente à frente de Miguel Oliveira, ficou o espanhol Maverick Viñales (Aprilia Racing).

A corrida ficou marcada por alguns abandonos. Brad Binder, que até foi o primeiro a cair, conseguiu voltar à prova na última posição e recuperou até ao 14.º lugar. Na altura em que caiu, na oitava volta, permitiu a Miguel Oliveira a subida ao sexto lugar. O piloto de Almada perderia depois posição para Marc Márquez, antes de recuperá-la em definitivo a seis voltas do fim.

Ao contrário de Binder, colisões e quedas não permitiram a conclusão a outros pilotos. Na 10.ª volta, Jack Miller e Michele Pirro colidiram e abandonaram e, na volta seguinte, foi Joan Mir a cair e a abandonar, numa época que está a ser para esquecer para o campeão do mundo de 2020.

Classificação: Miguel Oliveira sobe um lugar, Martín aproxima-se de Bagnaia

Miguel Oliveira soma mais dez pontos para a classificação do Mundial e chega aos 65. O piloto luso sobe uma posição na geral e é agora 13.º, ultrapassando o espanhol Augusto Fernández, que manteve os 58 pontos, depois de ter ficado no 16.º lugar no GP de San Marino, o primeiro posto imediatamente a seguir aos 15 lugares pontuáveis.

Lá na frente, Bagnaia segue líder, mas viu a vantagem encurtar neste fim de semana. O italiano somou mais 16 pontos e tem agora 283. Jorge Martin, com os 25 da corrida, passa a ter 247, ficando a 36 do compatriota. Bezzechi, com mais 20 pontos, tem agora 218.

Relacionados

Patrocinados