Naufrágio em Moçambique faz pelo menos 98 mortos

Andreia Miranda , com Lusa - notícia atualizada às 10:33
8 abr, 06:42

Cinco pessoas foram resgatadas com vida

Pelo menos 98 pessoas morreram e 26 estão desaparecidas depois da embarcação onde seguiam se ter virado na costa de Moçambique, avança a Reuters, que cita Lourenço Machado, administrador do Instituto de Transportes Marítimos do país.

A embarcação transportava perto de 130 pessoas - entre as quais muitas crianças - e apenas cinco foram resgatadas com vida.

“Neste momento temos um total de 98 óbitos, 13 sobreviventes e os restantes estão desaparecidos. Era uma embarcação com cerca de 130 pessoas”, disse à Lusa a porta-voz da Polícia da República de Moçambique (PRM) na província de Nampula, Rosa Chauque.

As vítimas morreram na sequência do naufrágio de uma embarcação sobrelotada que saiu do posto administrativo de Lunga com destino à Ilha de Moçambique, avançou a porta-voz da PRM no balanço feito à Lusa.

“Trata-se meramente de um barco de pescadores, uma embarcação que não tinha capacidade para o número de pessoas que levava. Continuam a decorrer as buscas”, acrescentou.

Relatos locais indicam que as vítimas, incluindo crianças e famílias completas, estão a ser enterradas de imediato, por falta de condições para a conservação dos corpos.

África

Mais África

Mais Lidas

Patrocinados