Saiba tudo sobre o Euro aqui

Liga: a figura, o golo e a defesa da jornada 20

23 fev 2021, 12:50
Sp. Braga-Tondela

Piazon com primeiro bis e duas assistências pelo Sp. Braga, o golaço de João Novais e a mancha de Marchesín

A 20.ª jornada da I Liga não trouxe alterações nos dois primeiros lugares na ronda prévia ao clássico entre FC Porto e Sporting, com os leões a manterem os dez pontos de vantagem (54 para 44) para os campeões nacionais, antes do duelo no Estádio do Dragão, no próximo sábado.

Já o Sp. Braga, que conta com a figura e com o golo da jornada, reforçou o terceiro lugar, fruto do triunfo ante o Tondela (4-2) e do empate do Benfica em Faro (0-0). Os minhotos aumentaram de dois para quatro os pontos à maior para os encarnados (43 para 39), que estão no quarto lugar, agora apenas com mais um ponto que o quinto, o Paços de Ferreira (38).

Foi precisamente o Paços que reforçou lugar europeu, com o triunfo sobre o V. Guimarães, sexto. A equipa de Pepa tem agora seis pontos a mais que os conquistadores.

Uma jornada que trouxe ainda triunfos de quatro equipas da zona baixa da tabela: Boavista, Belenenses SAD, Famalicão e Gil Vicente somaram os três pontos na ronda 20.

Figura da jornada: Piazon, dois golos e duas assistências

Está nos quatro golos do triunfo do Sporting de Braga ante o Tondela, por 4-2. Com golos após boas jogadas coletivas, aos 19 e 50 minutos, fez o primeiro bis pelo Sporting de Braga. O ex-Rio Ave chegou aos três golos pelos minhotos e reforçou posição na equipa de Carlos Carvalhal com a exibição na jornada 20. Pelo meio, aos 40 e 42 minutos, assistiu Ricardo Horta e João Novais para os dois outros golos. A roçar a perfeição. Está, como natural, na equipa da jornada Maisfutebol/SofaScore.

O golo da jornada: João Novais como bem habituou (42m)

Minuto 42 de jogo no Sp. Braga-Tondela, João Novais a fazer o que lhe é reconhecido e tão bem sabe. Um golaço num remate de meia distância, após um livre rapidamente marcado por Piazon. Segundo golo na época, o primeiro no campeonato, após ter marcado ao Olímpico do Montijo, para a Taça de Portugal.

Defesa da jornada: Marchesín decisivo a segurar o FC Porto (84m)

O Marítimo esteve perto de dar a volta ao marcador ante o FC Porto, aos 84 minutos, mas Marchesín foi decisivo. Depois de um cabeceamento de Zainadine, ao poste, a bola ressaltou no corpo do argentino, que fez depois a mancha num remate de Léo Andrade, a quem negou ainda a possibilidade de cabeceamento, indo às alturas tocar com uma luva para afastar a bola da zona perigosa. Um momento importante, que lançaria, minutos depois, a possibilidade do FC Porto vencer, algo que foi confirmado com o golo de Otávio, de grande penalidade (1-2).

Relacionados

Patrocinados