Estoril-Casa Pia, 4-0 (crónica)

Ricardo Gouveia , Estádio António Coimbra da Mota
10 nov 2023, 22:16

Canários com vitamina de Dragão

O Estoril sentiu o sabor intenso da vitória no Dragão, tomou-lhe o gosto e repetiu a dose esta sexta-feira, batendo o Casa Pia de forma categórica (4-0), somando uma segunda vitória consecutiva, pela primeira vez esta temporada, na abertura da 11.ª jornada da Liga. Vasco Seabra repetiu exatamente o mesmo onze que venceu o FC Porto e voltou a ser feliz esta noite, subindo mais dois degraus na classificação e alcançando o adversário direto desta ronda que continua em queda na classificação. Rodrigo Gomes esteve endiabrado e está nos três primeiros golos dos canarinhos.

Confira a FICHA DO JOGO

Duas equipas em momentos claramente opostos. Os canarinhos a crescer e os gansos em queda livre, somando o segundo desaire consecutivo, depois da derrota, em casa diante do Vizela. E isso esteve bem em evidência esta noite, com a equipa de Vasco Seabra, moralizada, a assumir a iniciativa, desde os primeiros segundos, diante do conjunto de Filipe Martins que não conseguiu disfarçar uma evidente falta de confiança.

Não foi preciso esperar um minuto (55 segundos), para o primeiro golo da noite. Rodrigo Gomes, em grande fora, ganhou uma bola nas costas de Leonardo Lelo, carregou no acelerador e foi por ali fora, pelo flanco direito até cruzar, com precisão, para a finalização fácil de Alejandro Marqués que só teve de encostar. Estava dado o mote para o jogo. O Estoril está com moral em alta e basta olhar para o relvado para constatar isso mesmo, com os jogadores de Vasco Seabra a jogarem de peito feito e cabeça bem levantada.

O Casa Pia não sabia para onde se virar e, aos quatro minutos, o Estoril ficou a centímetros do segundo, na sequência de um grande passe de João Marques a lançar Marqués para a área. Destacado, o avançado venezuelano contornou Ricardo Batista, perdeu angulo de remate e serviu Rafik Guitane que atirou, com estrondo, ao poste. A baliza ainda estava a abanar e os canarinhos já estavam a desenhar novo ataque diante de um Casa Pia que continuava sem saber para onde se virar.

Confira os destaques deste jogo: a noite encantada de Rodrigo Gomes

O Estoril subiu no relvado, sempre em grande velocidade, apanhando muitas vezes os gansos descompensados, com todos os jogadores a evidenciar uma enorme confiança como ficou bem patente numa bomba de Volnei de muito longe. João Marques também teve uma oportunidade flagrante para marcar, depois de Tiago Araújo ter inaugurada nova autoestrada no lado esquerdo.

A verdade é que não foi preciso esperar muito pelo segundo golo, aos 25 minutos, em mais uma descida vertiginosa de Rodrigo Gomes pela direita, desta vez na sequência de um passe longo de Pedro Álvaro. O extremo deixou a bola com Rafik Guitane e o francês fez o resto, entrando na área pela direita e, face à saída de Ricardo Batista, colocou, com precisão, a bola no poste mais distante. Grande golo e o Estoril ainda mais seguro a partir daqui.

O Casa Pia procurou, depois, ter mais bola e serenar o ímpeto do adversário, mas, até ao intervalo, raramente conseguiu incomodar o tranquilo Marcelo Carné. A festa era toda da equipa da casa.

Depois de servir, Rodrigo Gomes também marca

Na segunda parte, o Estoril entrou mais na expetativa, à espera de uma reação do adversário, mas de forma ardilosa, cedendo espaços para os gansos subirem para depois explorar as transições rápidas. O Casa Pia não subiu muito e, aos poucos, foi o Estoril que voltou a empurrar o adversário para junto da sua área. A ascensão dos canarinhos ficou mais evidente quando Rodrigo Gomes (que noite!) pegou na bola, invadiu a área, combinou com João Marques, deixando mais uma vez Leonardo Lelo nas covas, e atirou a contar para o terceiro da noite. Uma noite de sonho para o jovem extremo, com duas assistências e um bom golo.

Estava mais do que feito. Ainda se seguiu a habitual dança dos bancos, com muitas trocas de parte a parte, o árbitro foi ainda analisar um possível penálti sobre Cassiano (estava fora de jogo), mas os minutos correram para o final de forma cada vez mais tranquila para a equipa da casa. Já em tempo de compensação, Cassiano deu contornos de goleada ao resultado, depois de uma bola na trave de Holsgrove, com o quarto golo da noite.

O Estoril volta, assim, a dar novo salto na classificação, enquanto o Casa Pia continua em queda livre.

Relacionados

Mais Lidas

Patrocinados