«O adversário procurava sair daqui com o empate, e acabou por ganhar»

Bruno José Ferreira , Estádio Municipal de Braga
6 out, 23:05
Artur Jorge no Sp. Braga-Union St. Gilloise

Liga Europa: Sp. Braga-St. Gilloise, 1-2 (reportagem)

Declarações de Artur Jorge, treinador do Sp. Braga, na sala de imprensa do Estádio Municipal de Braga, após a derrota frente ao Saint Gilloise (1-2) em jogo do Grupo D da Liga Europa:

«Foi um jogo difícil, com um resultado ainda mais difícil para nós. Em largos períodos dos jogo tivemos maior ascendente. Fizemos o primeiro golo, que nos deveria trazer mais capacidade, tivemos oportunidades para fazer o segundo golo, mas ficando com a margem mínima permitimos a reação ao adversário no final, sendo capaz de inverter o resultado».

[Acredita no favoritismo da sua equipa na Bélgica?] «Mais do que o favoritismos, temos é de ganhar. Esta equipa, a nossa, merece elogios. Continuo a acreditar muito no que este clube pode fazer. Sou o primeiro e grande defensor deste grupo de trabalho. Perdemos este jogo, num grupo equilibrado, na próxima semana voltarão a defrontar-se as duas primeiras equipas com tudo em aberto. Temos a esperança e a expetativa de que podemos vencer lá, para ambicionar terminar o grupo no lugar em que desejei que assim fosse».

[Equipa sentiu o facto de ter sofrido o empate e desconcentrou-se ou foi mérito do adversário vencer o jogo?] «Foi mérito do adversário ganhar o jogo».

[Chave da vitória no meio campo? Sp. Braga mais desconfortável?] «Não achei. Achei que tivemos, naquilo que foi o plano traçado, necessidade de ter muita paciência para desequilibrar o adversário. Nem sempre tivemos essa paciência e essa capacidade. Na segunda parte, no início, fomos mais capazes, o golo devia ser o momento para nos serenar, mas tivemos do outro lado uma reação que nos brigou a defender, muitas vezes em bloco mais baixo. Quando me parece que o adversário procurava sair daqui com um ponto teve a felicidade de ganhar o jogo».

[Pontos de ligação nestas duas derrotas?] «O estado de espírito do grupo é de desilusão. A equipa estava preparada para reagir, segura do que tinha de fazer pela frente. Temos de olhar para estes dois jogos, cada um com uma história diferente, competições diferentes, mas não nos resta mais nada que não seja continuar a trabalhar para inverter este sentido que para nós é desfavorável, num momento menos bom para nós e temos de dar uma reposta já no próximo domingo, para podermos ganhar novamente e estabilizar o nosso percurso».

Patrocinados