Proença fala dos calendários e Superliga: «Agenda absolutamente prioritária»

9 fev, 18:01
Pedro Proença e David Terrier (Liga)

Presidente da Associação de Ligas Europeias reuniu-se com o presidente da FIFPro Europa, David Terrier

O presidente da Associação de Ligas Europeias, Pedro Proença, reconheceu esta sexta-feira a dificuldade que vai ser, para ligas e também para futebolistas, a gestão dos «futuros calendários», falando também da Superliga, num encontro com o presidente da FIFPro Europa, David Terrier.

«Foram debatidos vários temas e definida uma agenda que, para nós, é absolutamente prioritária. Temas como o calendário internacional, uma questão que se coloca a partir de 2024, a grande dificuldade que quer as ligas quer os próprios jogadores têm na forma como vamos gerir os futuros calendários. Obviamente, o tema da Superliga é algo que nos preocupa a todos», referiu Pedro Proença, citado em comunicado, após o encontro que teve lugar na quinta-feira, à margem do 48.º Congresso da UEFA, em Paris.

«Demos o pontapé de saída, definimos uma agenda que nos parece absolutamente oportuna, num momento em que vamos ter grandes tópicos que vão diferenciar aquilo que vai ser o futuro do futebol na Europa e no mundo», afirmou Pedro Proença.

O presidente da Federação Internacional das Associações de Futebolistas Profissionais, o francês David Terrier, abordou esse «terreno comum» que as entidades estão dispostas a cultivar. «É muito importante proteger as ligas domésticas. Os nossos jogadores têm uma ligação muito forte às ligas nacionais e elas estão em dificuldade, neste momento, com o aumento do número de competições. Devemos encontrar soluções, juntos, porque os nossos jogadores atuam nas ligas domésticas», referiu David Terrier.

O dirigente da FIFPro Europa sublinhou ainda que «é nas ligas domésticas que os jogadores obtêm o seu recurso principal, que é o salário», sendo que «depois cão captar valores nas competições internacionais». «Devemos encontrar um equilíbrio que já não existe. Vamos colaborar, vamos trabalhar juntos», disse.

Os presidentes das Ligas Europeias e da FIFPro Europa sentaram-se à mesa pela primeira vez, desde que, em novembro de 2023, Pedro Proença, presidente da Liga portuguesa, foi nomeado para a liderança da associação que representa os interesses das ligas profissionais a nível continental.

Relacionados

Mais Lidas

Patrocinados