«Mbappé podia ter jogado no Barcelona, mas a direção preferiu Dembélé»

5 abr, 12:23
1) Kylian Mbappé - 6M€ p/mês (Juan Herrero/EPA)

Javier Bordas, antigo diretor desportivo do Barcelona, afirma que tinha tudo fechado com o internacional francês, mas o negócio acabou por não se concretizar

Javier Bordas, antigo diretor desportivo do Barcelona, confessou esta sexta-feira que os catalães estiveram muito perto de garantir a contratação de Kylian Mbappé, quando este ainda jogava no Mónaco.

Em declarações ao «El Chiringuito», revelou que tinha tudo fechado com o internacional francês, depois da saída de Neymar para o PSG, a troco de 222 milhões de euros, mas o clube acabou por optar pela contratação de Dembélé.

Bordas garantiu ainda que Haaland foi outro negócio que caiu por falta do «sim» da direção. Em cima da mesa esteve uma proposta de 20 milhões de euros ao Salzburgo, sendo que Mino Raiola recebia também outros 20 milhões.

«Se eu mandasse, Mbappé teria jogado pelo Barcelona. Quando deram 222 milhões de euros pelo Neymar, tínhamos dinheiro para o contratar, só que a direção preferiu o Dembélé. Tinha tudo fechado com ele, falei com o pai e ele vinha para o clube. A transferência acabou por não acontecer», começou por explicar.

«Haaland queria vir para Espanha, para o Barcelona. Quando ele jogava pelo Salzburgo, a transferência ficava fechada por 20 milhões de euros, sendo que o Mino Raiola recebia outros 20 milhões. Existiram conversações, mas o clube tinha o Suárez e o negócio não se fez», concluiu.

Patrocinados