VÍDEO: Kane «destrói» Man. City no Etihad em jogo louco

19 fev 2022, 19:40

«Citizens» perdem no regresso ao campeonato depois da goleada imposta ao Sporting

Não foi fácil a ressaca do Manchester City à goleada europeia frente ao Sporting, a meio da semana.

De regresso à Premier League, os citizens perderam na receção ao Tottenham, 3-2, em jogo – incrível – da 26.ª jornada. Do lado dos londrinos, este triunfo tem o alto patrocínio da dupla Harry Kane e Heung-Min Son, principalmente do primeiro.

Logo aos quatro minutos, a equipa de Pep Guardiola foi surpreendida no contra-ataque: Kane deu de primeira em Son – grande passe –, que estava a ser colocado em jogo por Rúben Dias e o sul-coreano, perante a saída de Ederson, ofereceu o 1-0 a Kulusevski.

Além de Dias, também Bernardo Silva e João Cancelo foram titulares na formação de Manchester. E participaram na reação blue à desvantagem.

O City foi à procura do empate, cercou a baliza de Lloris, e depois de várias ameaças, Gundogan fez o 1-1, aos 33 minutos, num lance em que o guarda-redes gaulês não ficou nada bem na fotografia.

Se a primeira parte já tinha sido entretida, o que dizer da segunda?

Em cima da hora de jogo, Son e Kane voltaram a fazer das suas. O primeiro cruzou com conta, peso e medida, o segundo finalizou de forma perfeita na cara de Ederson.

Os comandados de Pep Guardiola, novamente em desvantagem, voltaram a instalar-se no meio-campo adversário, mas desta vez sem conseguirem ser tão incisivos nos últimos metros.

Do outro lado, Ederson também nunca pôde ter descanso. Aos 73 minutos, por exemplo, Kane bisou para o 3-1, mas o VAR anulou o golo por fora de jogo.

No assalto final, Romero cortou um cruzamento de Bernardo Silva com a mão e o árbitro, com recurso ao VAR, marcou penálti. Mahrez não falhou e empatou aos 90+2 minutos. Pensávamos nós que este seria o capítulo final de uma bela tarde de futebol. Nada mais errado.

Aos 90+5 minutos, a defesa citizen facilitou e deixou Kulusevski ganhar espaço pela direita e cruzar para a área. E quem é que lá estava para sentenciar o resultado? Harry Kane, pois claro, a viver uma noite perfeita no Etihad.

Com este resultado, o Manchester City segue na liderança da Premier League, com mais seis pontos do que o Liverpool, mas mais um jogo. Os campeões em título não perdiam para o campeonato desde outubro.

Já o Tottenham de Conte, volta a sorrir depois de três derrotas consecutivas e segue agora no sétimo lugar, com 39 pontos.

Relacionados

Sporting

Mais Sporting

Mais Lidas

Patrocinados