Guardiola: «Críticas de Keane? É como dizer que é um treinador da terceira divisão»

3 abr, 09:01
Manchester City-Manchester United (AP Photo/Dave Thompson)

Antigo jogador do Manchester United qualificou Haaland como «um jogador da quarta divisão»

Pep Guardiola defendeu e elogiou Erling Haaland, «o melhor avançado do mundo», depois das duras críticas que Roy Keane fez no seguimento do empate do Manchester City frente ao Arsenal (0-0).

De recordar que o antigo capitão do Man. United, agora comentador da Sky Sports, qualificou Haaland como exímio à frente da baliza, mas que noutras características «é quase um jogador da League Two (quarta divisão inglesa)».

«Não concordo com ele, absolutamente nada. É como dizer que ele (Roy Keane) é um treinador da segunda ou terceira divisão. Eu acho que não. O Haaland é o melhor avançado do mundo e ajudou-nos a conquistar o que conquistámos na última temporada», começou por dizer o técnico catalão, em conferência de imprensa.

«A razão para não termos criado mais chances não é culpa do Erling, mas sim porque precisamos de mais presença no último terço. Fico surpreendido é que isso venha de ex-jogadores. Com os jornalistas posso entender, porque nunca estiveram em campo, mas com os ex-jogadores é sempre uma surpresa quando eles são críticos. Parece que a memória desaparece rapidamente», rematou.

Sobre a possibilidade de ser um comentador no futuro, Pep Guardiola não rejeitou a hipótese, mas garantiu: «não sou o tipo de pessoa que vai criticar colegas quando me reformar.»

Relacionados

Patrocinados