VÍDEO: Alcaraz canta «Vagabundo» mas é melhor ficar-se pelo ténis

30 ago 2023, 11:44
Carlos Alcaraz (Al Bello/Getty Images)

Tenista espanhol protagonizou momento divertido em court após garantir o apuramento para a segunda ronda do Open dos Estados Unidos

Desde a vitória no Open dos Estados Unidos em 2022 que Carlos Alcaraz é apontado como o sucessor de Roger Federer, Rafael Nadal e Novak Djokovic, que dominaram, em períodos alternados, o ténis mundial ao longo dos últimos 20 anos.

O espanhol de 20 anos, que já neste verão juntou ao US Open o título em Wimbledon, entrou «soltinho» no último Grand Slam da época em Nova Iorque. Não propriamente por ter deixado pelo caminho o alemão Dominik Koepfer, que abandonou o encontro devido a lesão quando perdia por 6-2 e 3-2, mas pelo espetáculo - ou não, vá - que deu na entrevista ainda em court.

Carlitos, que alinhou de camisola de cavas a fazer lembrar os velhos tempos do compatriota Rafael Nadal, foi desafiado a cantar «Vagabundo», um dos êxitos mais recentes do cantor colombiano Sebastian Yatra, que estava na bancada a apoiá-o. Alcaraz avançou corajosamente por caminhos perigosos e arrancou gargalhadas das bancadas. E a aprovação de Sebastian Yatra, também.

Só podem mesmo ser bons amigos:

Agora sobre ténis propriamente dito, a noite de terça-feira ficou marcada pela maior derrota da carreira de Venus Williams no US Open. Venus, de 43 anos e vencedora em Flushing Meadows em 2000 e 2001, caiu aos pés da belga Greet Minnen por duplo 6-1.

Melhor sorte teve outro veterano: no quadro masculino, Stan Wawrinka (38 anos) eliminou o japonês Yoshihito Nishioka por 7-6 (7-5), 6-2 e 6-4 e tornou-se no tenista mais velho desde Jimmy Connors (40 anos em 1992) a vencer um encontro no último Grand Slam da época.

Relacionados

Patrocinados