Governo diz que novo Hospital de Sintra vai estar a funcionar no primeiro semestre de 2024

Agência Lusa , BC
15 mai, 17:22
Manuel Pizarro (LUSA)

Ministro da Saúde revelou que serão recrutados 600 profissionais. Obras para o novo hospital arrancaram no verão de 2021

O novo Hospital de Sintra, no bairro da Cavaleira, freguesia de Algueirão - Mem Martins, vai estar em funcionamento no primeiro semestre de 2024, tendo esta segunda-feira o ministro da Saúde garantido que irá recrutar 600 profissionais.

Manuel Pizarro falava aos jornalistas após uma visita às obras de construção do futuro Hospital de Sintra, na qual esteve acompanhado, entre outros, do presidente da Câmara Municipal de Sintra, Basílio Horta.

“Está em vias de estar pronto. Conto que esteja pronto do ponto de vista da infraestrutura física e do equipamento no primeiro trimestre de 2024 e que esteja em plena operação no primeiro semestre de 2024”, disse o ministro, após uma visita às obras, que arrancaram no final de agosto de 2021.

De acordo com o governante, o hospital será entregue “pronto e equipado no primeiro trimestre de 2024”, mas entrará em funcionamento "progressivamente, não sendo tudo de um dia para o outro".

O primeiro serviço a entrar em funcionamento, segundo o ministro, será o “Serviço de Urgência, depois previsivelmente as consultas externas e, finalmente, os blocos operatórios e o internamento da unidade de convalescença, com cerca de 60 lugares [camas]”.

Segundo Manuel Pizarro, para que o hospital esteja em “pleno funcionamento” será necessário o “recrutamento de 600 profissionais”, que não vão entrar todos no mesmo dia, mas sim progressivamente, com uma parte proveniente de outras unidades do Serviço Nacional de Saúde (SNS), do Hospital Fernando da Fonseca (Amadora-Sintra).

O ministro deu ainda conta de que hoje foi acordado com a autarquia de Sintra que será nomeada em junho a comissão instaladora do hospital, que irá recrutar as equipas.

O novo hospital, com um investimento do município de mais de 45 milhões de euros, irá servir cerca de 400 mil utentes e está a ser construído no bairro da Cavaleira, junto à Autoestrada 16.

O investimento total será de cerca de 70 milhões de euros, sendo a parte do investimento do Governo financiada pelo Plano de Recuperação e Resiliência (PRR).

O novo hospital será composto por serviço de ambulatório, consultas externas e exames, unidade de saúde mental, medicina física de reabilitação, central de colheitas e os meios complementares de diagnóstico e terapêutica.

Terá igualmente unidade de cirurgia de ambulatório com bloco de cirurgia e recobro, serviço de urgência básica para servir cerca 60 mil urgências, cerca de metade das realizadas no Hospital Amadora/Sintra, farmácia, Unidade de Esterilização e ainda um espaço para ensino e formação.

Governo

Mais Governo

Patrocinados