Governo mantém atualização salarial de 0,9% para funcionários públicos. Sindicatos alertam que inflação fará perder dinheiro

Agência Lusa , AM
20 abr, 12:33
Maria Helena Rodrigues

STE diz que, ao manter a atualização salarial em 0,9% para este ano, os trabalhadores terão uma perda real de 3% de poder de compra, tendo em conta a inflação esperada

O Governo manteve esta quarta-feira, na primeira reunião como os sindicatos da administração pública, a atualização salarial de 0,9% decidida pelo anterior executivo, apesar da subida da inflação, disse o Sindicato dos Quadros Técnicos do Estado (STE).

"O novo Governo vem dizer que mantém a atualização de 0,9% e que tem como objetivo conter a inflação, ou seja, é pedido aos trabalhadores públicos e, por arrastamento, aos restantes trabalhadores, que da sua remuneração contenham a inflação", disse a presidente do STE, Helena Rodrigues.

A dirigente sindical falava à saída da primeira reunião negocial com a ministra da Presidência, Mariana Vieira da Silva, e com a secretária de Estado da Administração Pública, Inês Ramires, em Lisboa, para definirem as matérias prioritárias para a negociação.

Segundo Helena Rodrigues, ao manter a atualização salarial em 0,9% para este ano, os trabalhadores terão uma perda real de 3% de poder de compra, tendo em conta a inflação esperada.

Sobre outras matérias que tinham sido discutidas com o anterior Governo, nomeadamente a valorização das carreiras de assistentes operacionais e de técnicos superiores, a presidente do STE indicou que a ministra referiu um "horizonte de quatro anos e meio" para a negociação.

As rondas negociais com os sindicatos da administração pública acontecem uma semana depois da entrega da proposta de Orçamento do Estado para 2022 (OE2022) no parlamento.

O STE foi o primeiro a ser recebido hoje na Presidência do Conselho de Ministros, seguindo-se a Federação dos Sindicatos da Administração Pública (Fesap) e a Frente Comum.

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Dinheiro

Mais Dinheiro

Patrocinados