Enquanto o avião com Prigozhin se despenhava Putin condecorava homens que combateram como os Wagner

23 ago 2023, 23:48

Presidente da Rússia marcou presença num concerto para assinalar importante batalha da Segunda Guerra Mundial

Estava um jato a cair nos céus da Rússia quando o presidente do país assistia calmamente a um concerto. Vladimir Putin marcou esta quarta-feira presença no 80.º aniversário da vitória na batalha de Kursk, ocorrida na Segunda Guerra Mundial. Durante esse evento despenhou-se o avião em que seguia o líder do Grupo Wagner, Yevgeny Prigozhin, bem como outras nove pessoas, entre elas Dmitry Utkin, fundador daquele grupo de mercenários.

Ao corrente ou não, Vladimir Putin seguiu a condecorar os “heróis, militares e participantes na operação militar especial”, como o Kremlin continua a apelidar a guerra na Ucrânia.

Disse o presidente russo que esses “heróis” merecem a mesma glória daqueles que combateram contra a Alemanha Nazi no verão de 1943. A julgar pelas palavras de Vladimir Putin, Yevgeny Prigozhin será um desses heróis. É que o mercenário passou mais de um ano com os seus mercenários na linha da frente, antes de se virar para trás e rebelar contra o seu presidente.

Vladimir Putin afirmou ainda que todos os combatentes russos continuam a lutar de maneira firme e brava para conseguir os objetivos de Moscovo.

Europa

Mais Europa

Mais Lidas

Patrocinados