Administradores Filipe Nascimento e Paulo Lima de Carvalho abandonam a Global Media

Agência Lusa , AM
19 jan, 06:35
Global Media

Restam na administração do GMG Marco Galinha, José Paulo Fafe, Kevin Ho e António Mendes Ferreira

O administrador executivo do Global Media Group (GMG) Filipe Nascimento apresentou a sua demissão, no mesmo dia em que a administração do grupo de comunicação social viu sair também Paulo Lima de Carvalho.

Numa carta enviada ao presidente do conselho de administração, Marco Galinha, e ao presidente da comissão executiva, José Paulo Fafe, o até agora responsável pela área financeira invocou “justa causa” para deixar o GMG e assumiu a sua “profunda mágoa e consternação”, justificando a saída com as “condições e projeto que estiveram na base do convite (…) não estarem a ser de todo cumpridas”.

“Não posso admitir que o meu nome seja arrastado para uma batalha de oportunismos empresariais, e também políticos, bem como de egos e guerras de um mercado que está demasiado prisioneiro de interesses conflituantes, nem todos preocupados com a sobrevivência e sustentabilidade das marcas jornalísticas”, frisou.

Filipe Nascimento argumentou ainda, na carta de renúncia a que a Lusa teve acesso, que “não é possível gerir financeiramente uma empresa que assiste a dramas humanos diários por falta de pagamento de salários, sem conseguir articular qualquer perspetiva decente aos trabalhadores, quanto à resolução dos problemas subjacentes a essa falta de pagamento”.

Criticou também a anulação de negócios “à 25.ª hora por questiúnculas políticas e eleitorais”, numa alusão à queda da operação de aquisição pelo Estado da participação da Global Media na Lusa, sem deixar de notar que essa situação colocou em causa a previsibilidade da entrada de dinheiro no grupo que detém Jornal de Notícias, Diário de Notícias, O Jogo e TSF.

“Diversas vezes esta carta esteve escrita e outras tantas foi apagada, sempre a aguardar que as condições melhorassem, na esperança de o grupo não ficasse sem solução para a sobrevivência no dia-a-dia, que os impostos fossem pagos e que – acima de tudo – os compromissos salariais fossem integralmente honrados”, reforçou.

Agradecendo o convite para integrar a administração em agosto, Filipe Nascimento manifestou ainda a convicção de que, “com os ajustes certos”, o grupo será financeiramente viável.

A saída de Filipe Nascimento ocorre no mesmo dia da renúncia do também administrador Paulo Lima de Carvalho, que denunciou a “asfixia financeira” e o incumprimento de promessas que inviabilizaram as condições para continuar no grupo.

Além de Filipe Nascimento e Paulo Lima de Carvalho, a administração da Global Media já perdeu mais elementos em apenas um mês. O administrador executivo Diogo Agostinho anunciou a saída em dezembro e, segundo o Expresso, seguiram-se os abandonos dos administradores não executivos Carlos Beja e Victor Menezes.

Perante este cenário, restam na administração do GMG Marco Galinha, José Paulo Fafe, Kevin Ho e António Mendes Ferreira.

Empresas

Mais Empresas

Patrocinados