Faturação da DPD Portugal aumentou 10,4% e superou 101 milhões de euros em 2023

Agência Lusa , AM
7 mar, 08:28
DPD Portugal

Grupo destacou “a transformação da frota de entrega” como uma das prioridades “para alcançar as suas ambições climáticas”

A DPD Portugal, que pertence ao grupo Geopost, de entrega de encomendas, aumentou a faturação em 10,4% no ano passado, superando 101 milhões de euros, destacou a empresa, num comunicado divulgado esta quinta-feira.

A Geopost registou 15,69 mil milhões de euros em receitas em 2023, “mais 0,7% face a 2022, acompanhada de uma ligeira redução (-0,6%) do número de encomendas entregues em todo o mundo, num total de 2,1 mil milhões realizadas no ano passado”, indicou o grupo, na mesma nota.

“Ao nível do volume de negócios, França, Reino Unido, Alemanha e Itália representaram mais de 55% da receita total”, destacou, salientando que, “no que a Portugal diz respeito”, a DPD “alcançou o seu melhor ano de sempre, ultrapassando o marco histórico dos 101 milhões de euros em faturação” e “destacando-se como um dos países em que o grupo mais cresceu em 2023”.

No que diz respeito a investimentos globais, “a Geopost atribuiu mais de 667 milhões de euros ao crescimento e desenvolvimento do negócio”, sendo que, deste total, “471 milhões de euros foram alocados a investimentos internos, focados no desenvolvimento da capacidade de processamento de entregas, na expansão da rede de distribuição e no desenvolvimento de novos serviços” e 194 milhões de euros investidos em crescimento externo, disse.

No ano passado, o grupo apostou em segmentos estratégicos, nomeadamente o das entregas fora de casa, “que viu a sua atividade crescer 25% entre 2022 e 2023, tendo sido acompanhado por um reforço da infraestrutura da Geopost, que no ano passado atingiu um marco dos 100.000 pontos ‘pickup’ em toda a Europa (dos quais 1.500 estão presentes em Portugal)”, referiu. 

O grupo destacou ainda o segmento de entrega de frescos, “que registou um crescimento de 14,4% face a 2022, com 8,5 milhões de encomendas alimentares entregues com soluções ativas de controlo de temperatura”.

A empresa disse que este crescimento lhe permitiu “alargar a sua atuação neste segmento a novos mercados, tendo lançado serviços de entrega de frescos em Portugal (com o DPD Fresh), Itália e Lituânia”.

O grupo destacou “a transformação da frota de entrega” como uma das prioridades “para alcançar as suas ambições climáticas”.

“Em dezembro de 2023, a Geopost operava mais de 9.000 veículos de baixas emissões em toda a Europa – representando 12,5% da frota de última milha da empresa (30% na Hungria, 27% no Reino Unido) - com 126 cidades totalmente servidas por veículos de baixas emissões”, garantiu.

Empresas

Mais Empresas

Mais Lidas

Patrocinados