Burlou empresas do Norte em mais de 2 milhões de euros. Foi agora apanhada pela PJ

TVI , MSM
21 fev, 12:53
Polícia Judiciária

Usava sempre o mesmo esquema nas empresas em que trabalhava

Uma mulher de 46 anos foi detida pela Polícia Judiciária (PJ) por suspeita da prática de crime de burla qualificada. Terá lesado em mais de 2 milhões de euros, pelo menos, três empresas do Norte do país, informam as autoridades através de comunicado.

Segundo a PJ, durante oito anos, a suspeita, que "exerceu funções na área jurídica dessas empresas" apropriou-se de várias quantias, alterando o modo e meio de pagamento. O esquema era usado sempre que mudava de emprego.
 
A detida será presente a interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação consideradas adequadas.
 

 

Relacionados

Crime e Justiça

Mais Crime e Justiça

Mais Lidas

Patrocinados