Saiba tudo sobre o Euro aqui

Gonçalo Santos: «O FC Porto tem sido algo inconstante ao longo da época»

20 abr, 17:29
Gonçalo Santos, treinador do Casa Pia (MANUEL FERNANDO ARAÚJO/LUSA)

Treinador do Casa Pia pede «compromisso» e «foco» na receção à equipa de Sérgio Conceição este domingo

Gonçalo Santos, treinador do Casa Pia, exige que a sua equipa mantenha o compromisso e o foco das últimas semanas para a receção a um FC Porto «inconstante», no jogo da 30.ª jornada da Liga que está marcado parta as 18h00 deste domingo.

«O FC Porto tem sido uma equipa algo inconstante ao longo da época, mas as ideias e os princípios estão lá sempre. Uma equipa dominadora, mantém a linha defensiva alta e os extremos muito abertos, sendo agressivos no último terço. Podem mudar uma ou outra nuance, mas muda muito pouco. Nós vimos de uma sequência de três jogos com adversários diretos em que não concedemos qualquer derrota e é esse compromisso e foco que temos de levar para os próximos jogos», frisou o treinador em conferência de imprensa.

A equipa de Lisboa tem apresentado consistência defensiva nos seus encontros, embora as dificuldades perante um clube grande sejam maiores, com Gonçalo Santos a dizer que «não há momentos ideais» para defrontar uma equipa da dimensão dos dragões.

«O FC Porto não está a passar um bom momento na I Liga, mas é sempre uma equipa que domina o jogo e cria muito perigo. Metem muita gente no último terço e a atacar as zonas. Temos de estar preparados para, com concentração e intensidade defensiva, encurtar espaços e não os deixar pensar. Muito do jogo caminhará para esse sentido. Estamos tranquilos na tabela classificativa e essa tranquilidade terá de nos dar maior confiança e responsabilidade para manter este lugar, ou tentar subir mais», destacou.

Na nona posição do campeonato, mas somente cinco pontos acima do Portimonense, no 16.º lugar, do play-off de manutenção, o Casa Pia coloca a responsabilidade do jogo «toda do outro lado», sendo um encontro onde há «muito a ganhar e nada a perder».

«Antes do jogo, as probabilidades são de 50 por cento para cada equipa. Acreditamos muito no trabalho diário. Para se fazer parte do plantel do FC Porto, a qualidade tem de lá estar. Independentemente de quem jogar, os princípios são os mesmos. Toda a gente sabe a exigência que o mister Sérgio Conceição coloca nos jogadores, mas o onze do Casa Pia também estará preparado para as adversidades que possam ocorrer», assegurou.

Os gansos não vão poder contar com o castigado Beni, e os lesionados Rafael Brito e Fernando Andrade, tendo ainda Pablo Roberto em dúvida para o duelo, enquanto o FC Porto também terá várias ausências forçadas e tem futebolistas em dúvida.

«Não lutamos por objetivos maiores por várias razões, mas acreditamos no plantel que temos. Procuro dar aos jogadores mais responsabilidade nos movimentos ofensivos e não os libertar tanto. Exigimos que sejam melhores todos os dias. Temos criado mais ocasiões de golo. Não temos feito tantos golos como desejava, mas somos a formação sempre mais próxima de vencer. É esse desejo que lhes coloco diariamente», apontou ainda.

Relacionados

Patrocinados