"Incidente isolado" ou falta de policiamento? Conflitos entre jovens geram sentimento de insegurança na praia de Carcavelos

6 abr, 17:56

Discussão entre duas raparigas esta quarta-feira acabou por acumular centenas de jovens no local. PSP desvaloriza o incidente, mas testemunhas garantem que é necessário um reforço da presença policial nas praias da linha de Cascais

Numa quarta-feira de férias escolares, vários jovens e famílias aproveitavam as temperaturas de quase 30º na praia de Carcavelos, distrito de Lisboa. Uma discussão entre duas raparigas terá chamado a atenção de um outro grupo, que também se envolveu no conflito. O incidente acabou por acumular centenas de jovens em alvoroço - uns tentavam separar os elementos conflituosos, enquanto outros empunhavam telemóveis e captavam os vídeos que percorrem, agora, as redes sociais.

A situação terá escalado quando um dos jovens agredidos tentou abrigar-se numa escola de surf próxima do areal, perseguido por um grupo de adolescentes. Uma das mães presentes no local, em declarações à TVI (do mesmo grupo que a CNN Portugal), refere que a polícia de Carcavelos não atendeu nenhum dos vários telefonemas efetuados. Temendo pela segurança das crianças e das instalações, pais e lojistas acabaram por contactar o número de emergência 112, tendo-lhes sido comunicado que a polícia estaria a caminho.

Os relatos sobre o que se sucedeu são divergentes. A mãe ouvida pela TVI/CNN Portugal garante que a polícia não apareceu e que as praias da linha de Cascais - suscetíveis a incidentes como o desta quarta-feira, por acolherem muitos jovens - sofrem de falta de policiamento. Por outro lado, a resposta oficial da PSP confirma que os agentes receberam várias chamadas sobre "distúrbios" na zona de Carcavelos e de outras praias nos arredores mas que, quando chegaram à praia para averiguar as denúncias, não identificaram qualquer incidente ou registaram feridos.

Os agentes da PSP fizeram ainda uma ação de fiscalização nos comboios de acesso à praia, novamente inconclusiva. Foi determinado, portanto, que esta terá sido uma ocorrência isolada - consequência da acumulação de muitos jovens no mesmo local - e que não estará relacionada com táticas criminosas como "arrastões" (fenómeno de assalto coletivo, geralmente praticada por um grupo numeroso num espaço público).

No entanto, testemunhas insistem na necessidade do reforço de presença policial nestes espaços e de uma intervenção mais célere e eficaz quando acionada. Nas redes sociais, em resposta aos vídeos que proliferam em diferentes plataformas, é também possível ler comentários que denunciam a frequência dos episódios de violência nas praias da linha de Cascais e, em particular, na praia de Carcavelos. 

País

Mais País

Patrocinados