Portugal conquista três medalhas no Mundial de Corridas de Obstáculos (OCR)

17 set, 17:53
Comitiva Portuguesa de OCR  (foto: @fpocr_portugal)

Este torneio foi o primeiro mundial de corridas de obstáculos organizado pela Federação Internacional de Desportos de Obstáculos (FISO/World Obstacle)

A participação portuguesa no Campeonato do Mundo de OCR (Obstacle Course Racing) terminou com três medalhas conquistadas e um honroso quarto lugar em Elite, categoria que reúne os melhores dos melhores da modalidade. O Mundial decorreu em Genk, Bélgica, entre 14 e 17 de setembro.

Gonçalo Prudêncio ficou a um passo do pódio. O atleta luso ficou no quarto posto entre 88 atletas que competiram no escalão de Elite Masculino.

Eugénia Martins é campeã mundial feminina na faixa etária de 50-54 anos. A atleta conquistou o ouro nos 3 km e nos 14 km, depois de já ter brilhado no Europeu realizado na Hungria, ao garantir o primeiro lugar no pódio na distância curta.

Duarte Alves sagrou-se vice-campeão do mundo masculino na faixa etária 25-29 anos na prova de 14 km (distância regular). O jovem atleta deu seguimento aos bons resultados conquistados no seu escalão no Campeonato da Europa, uma vez que é o bicampeão em título na distância regular e ficou em terceiro nos 3 km.

Este torneio foi o primeiro mundial de corridas de obstáculos organizado pela Federação Internacional de Desportos de Obstáculos (FISO/World Obstacle) em colaboração com a União Internacional de Pentatlo Moderno (UIPM), juntando as federações nacionais dos países-membros.

A comitiva portuguesa contou com mais de 50 atletas, de vários escalões, neste Mundial. Portugal esteve representado nas diversas distâncias e vertentes da competição.  

OCR é uma corrida de obstáculos. Nesta modalidade, os atletas são desafiados a ultrapassar diversos obstáculos – naturais e os que são criados para a prova - numa determinada distância.

Segundo dados da Federação Portuguesa de Corridas de Obstáculos, APD (FPOCR), as corridas em Portugal começaram em 2013. Desde 2019, assiste-se a um grande crescimento da modalidade, que tem cada vez mais atletas federados e amadores, assim como clubes dedicados à prática deste desporto.

 

País

Mais País

Mais Lidas

Patrocinados