Um polícia ferido na sequência de confrontos com uma das claques do Benfica

4 mar 2023, 23:51
Adeptos do Benfica no Parque dos Príncipes

Episódio aconteceu depois da partida entre os encarnados e o Famalicão

Um polícia ficou ferido na sequência de confrontos entre a claque do Benfica, «No Name Boys», e Polícia de Segurança Pública (PSP) após o jogo dos encarnados frente ao Famalicão.

De acordo com o Comando Metropolitano de Lisboa da PSP, os incidentes ocorreram nas imediações da Luz por volta da meia-noite de 4 de março quando a claque dos encarnados, que celebrava o seu aniversário, começou a deflagrar artefactos pirotécnicos.

A polícia decidiu intervir, mas foi recebida com garrafas e pedras. Como resultado desses incidentes, um polícia ficou ferido e duas viaturas não policiais ficaram danificadas. 

«Perante os ilícitos e comportamentos violentos  contra os Polícias, foi levada a cabo uma ação de dispersão, utilizada a força e o disparo de 2 munições menos letais», lê-se na nota.


O comunicado na íntegra:

O Comando Metropolitano de Lisboa da Polícia de Segurança Pública, através da 3.ª Divisão, no dia 3 de março, levou a cabo a operação de segurança ao jogo realizado entre o Sport Lisboa e Benfica e o Futebol Clube de Famalicão, da qual se destaca o seguinte:

1. As equipas de futebol bem como os adeptos entraram e saíram do Estádio Sport Lisboa e Benfica, em condições de segurança, sem qualquer incidente a registar.

2. Durante o jogo, foram registados comportamentos que motivaram o levantamento de 3 autos de contraordenação, por utilização de artefactos pirotécnicos e 1 por comportamentos inadequados, e ainda a queda de um adepto, tendo este necessidade de receber tratamento médico;

3. Após o fim do jogo, a maioria dos adeptos saiu do estádio para os seus destinos, permanecendo nas imediações algumas centenas de adeptos pertencentes ao “No Name Boys”;

4. Pouco depois das 00H00, do dia 4 de março, alegadamente em celebração do aniversário daquele grupo, os adeptos, ocupando a via pública, começaram a deflagrar artefactos pirotécnicos;  

5. Estes comportamentos, em violação da normas sobre a circulação rodoviária e o uso de pirotecnia, começaram  a pôr em risco os condutores e transeuntes que ainda circulavam naquela área.

6. Os polícias que integravam o policiamento e que estavam a monitorizar aqueles adeptos,  aproximaram-se para dissuadir e fazer cessar tais comportamentos, e, face a esta movimentação foram alvo de arremesso de pedras e garrafas;

7. Do arremesso de objetos resultaram danos em duas viaturas não policiais e ferimentos num dos polícias;

8. Perante os ilícitos e comportamentos violentos  contra os Polícias, foi levada a cabo uma ação de dispersão,  utilizada a força e o disparo de 2 munições menos letais;

9. Após a intervenção da PSP foi reposta a ordem pública e recolhidos vários artigos pirotécnicos;

10. A PSP apela aos adeptos que cumpram as ordens legais e legitimas dos polícias para que seja garantida  a segurança de todos os intervenientes nos espetáculos desportivos e que e se abstenham de comportamentos agressivos e violentos, perante os quais a PSP não hesitará em ter uma atuação dissuasora e determinada. 

Relacionados

Benfica

Mais Benfica

Patrocinados