Bruno Lage: «Paragem não foi benéfica para ninguém»

3 jun 2020, 20:58

Treinador desvaloriza série negativa antes da interrupção da Liga

Bruno Lage considera que a interrupção do campeonato «não foi benéfica para ninguém», mesmo tendo em conta que o Benfica, entre fevereiro e março tenha somado apenas cinco pontos, contra treze do FC Porto no mesmo período.

«Numa visão global do que aconteceu, foi uma doença que em janeiro toda a gente pensava que não nos ia afetar, até brincávamos com o que estava a acontecer do outro lado do mundo... e de repente, ter uma paragem de três meses em que as pessoas têm que se isolar, ver pessoas a morrer, ver países aqui ao lado tão ou mais desenvolvidos que o nosso e não conseguirem controlar nada... não pode ter sido benéfico para nada. Foi, para mim e se calhar para vocês, em termos pessoais. Foi o momento em que pudemos ter convívio diário com as pessoas mais próximas», referiu.

Antes da paragem, o Benfica vinha de uma série negativa e até perdeu uma confortável vantagem sobre o FC Porto. «Acho que não. Para mim não foi benéfico para ninguém. As séries começam e terminam. A determinada altura temos de dar uma resposta. Naquele jogo com Setúbal, a equipa estava pronta e determinada para dar uma resposta a forte. O que é um facto e o que temos de analisar é que num determinado período não tivemos um registo bom, não estivemos ao nosso nível. Devíamos ter feito mais e melhor. Ponto», comentou.

«Agora se foi benéfico ou não, não podemos ajuizar, temos é de fazer amanhã uma reentrada muito forte, de acordo com o nosso potencial, a nossa atitude, o tempo que dedicamos à evolução para conquistar os três pontos. Se consideramos que os adeptos são a nossa alma, temos de lhes dar esta alegria. As pessoas não vão estar fisicamente, mas vão estar de coração», acrescentou.

Bruno Lage pretende uma entrada forte, mas não concorda que as três primeiras jornadas vão ser determinantes. Para o treinador do Benfica, depois, é preciso dar continuidade nas jornadas seguintes.

«Pela sequência de jogos que vai haver, é preciso ver as consequências de uma paragem tão prolongada. Entrar bem nas três primeiras, depois no quarto, quinto ou sexto jogo acusar fadiga acumulada também não é bom», destacou ainda.

Relacionados

Benfica

Mais Benfica

Patrocinados