Quase 150 pessoas morreram em acidentes aéreos na UE em 2022

Agência Lusa , BC
7 set 2023, 12:20
Cockpit (Pexels)

Maioria dos acidentes aéreos envolveu aeronaves ligeiras

O número de mortes em acidentes aéreos na União Europeia (UE) aumentou, em 2022, para os 147, mais 26 vítimas do que as registadas no ano anterior, segundo dados divulgados esta quinta-feira pelo Eurostat.

De acordo com o serviço estatístico da UE, tal como nos anos anteriores, em 2022, a maioria dos acidentes aéreos mortais (83%, 112 vítimas) envolveu aeronaves ligeiras, com uma massa máxima à descolagem de menos de 2.250 quilos, na categoria de ‘aviação geral’: Pequenos aviões e helicópteros, dirigíveis, parapentes e planadores a motor, bem como balões de ar quente.

A aviação geral (aviões e helicópteros) consiste em todas as operações da aviação civil, com exceção do transporte aéreo comercial e de tipos específicos de operações de trabalho aéreo.

Seguem-se as categorias de aviação comercial de transporte (12%, 17 mortes) e a de operações de trabalho aéreo (5%, sete mortes).

As operações de trabalho aéreo incluem a agricultura, construção, fotografia, observação e patrulha, busca e salvamento e também publicidade.

Excluindo o ano de 2015, quando 150 pessoas morreram na queda de um avião alemão nos Alpes Franceses, entre 2012 e 2020 não houve grandes acidentes envolvendo aeronaves registadas na UE.

Europa

Mais Europa

Mais Lidas

Patrocinados