Neste estado australiano há agora uma lei que proíbe saudação nazi

Agência Lusa , DCT
18 out, 07:04
Saudação Nazi (Associated Press)

As autoridades australianas acusaram também três homens por alegadamente terem feito a saudação nazi à porta do Museu Judaico de Sydney.

O estado australiano de Vitória aprovou um projeto de lei para proibir a saudação nazi, prevendo multas pesadas e penas de prisão até um ano, uma resposta ao aumento de agressões antissemitas no país.

"Gostaria que não fosse necessário promulgar estas novas leis, mas faremos sempre o que for necessário para combater o ódio, o antissemitismo e o racismo", declarou, na terça-feira à noite, a líder do governo do estado de Vitória, Jacinta Allan, numa mensagem na rede social X (antigo Twitter).

A lei vai entrar em vigor no fim de semana e impor uma pena máxima de 12 meses de prisão e uma multa de 23.000 dólares australianos (13.842 euros), ou as duas penas combinadas, de acordo com o 'site' do parlamento estadual.

A aprovação da lei em Vitória, o segundo estado mais populoso da Austrália, surgiu depois de um grupo de homens vestidos de negro terem feito a saudação nazi numa estação central de comboios de Melbourne, no fim de semana.

As autoridades australianas acusaram também três homens por alegadamente terem feito a saudação nazi à porta do Museu Judaico de Sydney.

As medidas surgiram igualmente na sequência de um caso, em março, em que um grupo de 20 a 30 pessoas fez a saudação nazi em frente ao parlamento do estado de Vitória, que, em junho de 2022, proibiu a bandeira nazi.

Antes de Vitória, já o estado da Tasmânia tinha proibido a saudação nazi, enquanto outras regiões, como Nova Gales do Sul, a mais populosa da Austrália, e várias jurisdições do país oceânico proibiram, ou estão em vias de proibir, os símbolos nazis, crimes puníveis com pesadas multas e penas de prisão.

As exceções são aplicadas à exibição da suástica em contextos educativos, artísticos, científicos, académicos ou religiosos.

Entretanto, em junho, o governo australiano apresentou um projeto de lei para proibir os símbolos nazis em todo o país, embora não tenha incluído a saudação.

Mundo

Mais Mundo

Mais Lidas

Patrocinados