Saiba tudo sobre o Euro aqui

Mundiais: prova de Mariana Machado adiada devido a «calor extremo»

22 ago 2023, 15:40
Mariana Machado (Federação Portuguesa de Atletismo)

Atleta portuguesa vai participar nas meias-finais dos 5.000 metros esta quarta-feira

A previsão para uma subida extrema das temperaturas em Budepeste ditou o adiamento da prova de Mariana Machado no Mundiais de atletismo que estão a decorrer na Hungria. A atleta portuguesa ia correr esta quarta-feira nas meias-finais dos 5.000 metros às 11h00 da manhã, mas a prova acabou por ser adiada para o final da tarde (19h27 locais, menos uma hora em Lisboa).

«Os nossos sistemas de gravação revelam um nível muito elevado de temperatura global de bulbo húmido (WBGT, Wet Bulb Globe Temperature em inglês), que aumentam o risco de golpes de calor. As atuais previsões indicavam que as eliminatórias dos 5.000 metros femininos seriam disputadas sob bandeira negra do código WBGT. Este é um nível inaceitável para os nossos atletas, pelo que vamos mudar as eliminatórias para a tarde de quarta-feira», informou a World Athletics.

A WBGT é um sistema de medição de calor, humidade e stress térmico reconhecido internacionalmente, cuja bandeira negra é o seu nível mais elevado, quando a temperatura é superior a 30 graus celsius, segundo os regulamentos da WA.

Assim, Patrícia Silva, nas eliminatórias dos 800 metros (09h37), e Pedro Buaró, no salto com vara (a partir das 09h15), e Lorene Bazolo, nos 200 (10h27), vão ser os únicos portugueses a competir durante a manhã de quarta-feira, ficando, para a sessão da tarde, a prova de Mariana Machado e a final dos 1.500 (20h15), com Isaac Nader.

Relacionados

Patrocinados