FIA abre investigação a piloto que fez saudação nazi no pódio do Campeonato Europeu de Karting em Portimão

11 abr, 16:20
Artem Severiukhin (D.R.)

Artem Severiukhin, de 15 anos, corre com a bandeira italiana, devido às sanções impostas à Rússia, o seu país natal

A FIA (Federação Internacional do Automóvel) abriu uma investigação ao piloto que fez a saudação nazi no pódio durante a prova do Campeonato Europeu de Karting em Portimão.

"A FIA confirma ter lançado uma investigação imediata sobre a conduta inaceitável do Sr. Artem Severiukhin que ocorreu durante a cerimónia do pódio para a categoria OK na primeira ronda do Campeonato Europeu de Karting da FIA de 2022 no Kartódromo Internacional do Algarve, em Portugal", pode ler-se em comunicado divulgado esta segunda-feira.

Artem Severiukhin, um jovem russo de 15 anos que conquistou o primeiro lugar no escalão 11-15 do Campeonato Europeu de Karting da FIA, que decorreu este fim de semana em Portimão, no Algarve, fez uma saudação nazi no momento em que subiu ao pódio.

Após o triunfo no Kartódromo Internacional do Algarve, o jovem, que corre com a bandeira italiana, subiu ao pódio e, enquanto ouvia o hino italiano, o "Il Canto degli Italiani", fez uma saudação nazi, soltando uma gargalhada de seguida. O vídeo do momento tem sido divulgado por vários utilizadores das redes sociais.

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Desporto

Mais Desporto

Patrocinados