Encontrado corpo de homem no areal de praia não vigiada em Alcobaça

Agência Lusa , AM
22 set, 12:39
Autoridades procuram jovem de 23 anos que desapareceu em praia de Alcobaça

Autoridaes acreditam tratar-se do jovem de 23 anos que desapareceu no domingo

O corpo de um homem foi encontrado esta quinta-feira na praia do Vale Furado, no concelho de Alcobaça, informou a Autoridade Marítima Nacional (AMN), admitindo poder tratar-se do jovem de nacionalidade ucraniana que no domingo desapareceu no mar.

O corpo foi encontrado na sequência de um alerta recebido pelas 08:55, através dos Bombeiros Voluntários de Pataias e, segundo a AMN, “tudo indica ser do jovem, de nacionalidade ucraniana, que desapareceu no mar no dia 18 de setembro, enquanto se encontrava a banhos” na praia do Vale Furado, no concelho de Alcobaça, no distrito de Leiria.

Na sequência do alerta foram ativados para o local elementos do Comando-local da Polícia Marítima da Nazaré, do Projeto "SeaWatch", dos Bombeiros Voluntários de Pataias e do INEM.

À chegada ao local, os elementos da Polícia Marítima e do Projeto "SeaWatch" constataram que "o corpo se encontrava no areal, tendo o óbito sido declarado pelo delegado de Saúde”, pode ler-se na página da internet da AMN.

O corpo foi retirado do local pelos elementos dos Bombeiros Voluntários de Pataias e do Projeto "SeaWatch", tendo sido posteriormente transportado pelos bombeiros para o Instituto de Medicina Legal e Ciências Forenses de Leiria, após indicações do Ministério Público.

O jovem, de 24 anos, que desapareceu no mar quando se encontrava a banhos, era procurado desde a manhã de domingo, tendo as operações de busca, coordenadas pelo capitão do Porto e Comando-local da Polícia Marítima da Nazaré, envolvido por via marítima, uma embarcação e uma mota de água da Estação Salva-vidas da Nazaré e o navio NRP Sagitário, da Marinha Portuguesa e, por terra, elementos do Projeto "SeaWatch", da Polícia Marítima e da GNR.

Por via aérea foram também empenhados nas buscas uma aeronave da Força Aérea Portuguesa e um drone da Polícia Marítima.

O Gabinete de Psicologia da Polícia Marítima continua a prestar apoio aos familiares da vítima e o Comando-local da Polícia Marítima da Nazaré tomou conta da ocorrência.

País

Mais País

Patrocinados