Saiba tudo sobre o Euro aqui

Ajax suspende CEO por abuso de informação privilegiada

2 abr, 11:15
Alex Kroes, CEO e diretor geral do Ajax (	DeFodi Images/Getty)

Alex Kroes estava no cargo há 15 dias e suspeitas baseiam-se na compra de 17 mil ações do clube, uma semana antes da nomeação para o cargo

No Ajax desde 15 de março, Alex Kroes, CEO e diretor geral do clube, foi esta segunda-feira suspenso e espera-se um possível despedimento, por suspeitas de abuso de informação privilegiada.

«O Conselho Fiscal do Ajax decidiu suspender Alex Kroes, CEO e presidente do conselho, com efeito imediato e pretende encerrar a colaboração permanentemente. O Conselho de Supervisão tomou conhecimento que Kroes comprou mais de 17.000 ações do Ajax, uma semana antes da sua nomeação ser anunciada em 2 de agosto de 2023. Depois de procurar aconselhamento jurídico externo, o Conselho de Supervisão tem suspeitas de abuso de informação privilegiada, que é crime», pode ler-se no comunicado.

Michael van Praag, presidente do Conselho de Supervisão mostrou-se «profundamente consternado» com esta situação, que é «altamente prejudicial para o clube e para todos os que o consideram querido».

«O momento da compra de suas ações indica abuso de informação privilegiada. Tal violação da lei não pode ser tolerada por uma empresa listada em bolsa, especialmente quando envolve o CEO. Após consideração cuidadosa, o Conselho de Supervisão concluiu que a posição de Alex como diretor do Ajax é insustentável. Quero enfatizar que a política técnica continuará com os indivíduos no lugar e no caminho que o Ajax já seguiu com Alex», referiu Michael, que auxiliará temporariamente o conselho como comissário delegado e, juntamente com os outros membros do conselho, assumirá as funções de Kroes.

Relacionados

Patrocinados