Prisão preventiva em hospital para suspeito de crimes sexuais em Alter do Chão

Agência Lusa , BCE
16 dez 2021, 19:32
PJ
PJ

O suspeito, desempregado, não tem antecedentes criminais e será presente a Tribunal para primeiro interrogatório judicial

PUB

O Tribunal Judicial de Fronteira, em Portalegre, decretou esta quinta-feira a prisão preventiva, num hospital-prisão, do homem suspeito de crimes sexuais em Alter do Chão detido pela Polícia Judiciária (PJ), disse à agência Lusa fonte policial.

A fonte da PJ indicou que o homem, de 47 anos, foi encaminhado para a clínica psiquiátrica do hospital-prisão de Caxias, no concelho de Oeiras, em Lisboa. Aí, será “submetido a uma perícia de natureza psiquiátrica para avaliação da sua responsabilidade penal” e aguardar o desenrolar do processo, acrescentou.

PUB

O suspeito foi presente ao Tribunal Judicial de Fronteira para primeiro interrogatório judicial, adiantou a mesma fonte.

A PJ anunciou esta quinta-feira a detenção do homem, em Alter do Chão, suspeito de vários crimes de abuso sexual de crianças, aliciamento para fins sexuais e atos sexuais com adolescentes.

Em comunicado enviado à Lusa, a PJ indicou que o suspeito foi detido esta manhã, através da Unidade Local de Investigação Criminal (ULIC) de Évora, “fora de flagrante delito” e em “cumprimento de mandado de detenção” emitido pelo tribunal.

PUB
PUB
PUB

Segundo a PJ, os alegados crimes foram praticados entre o verão de 2019 e março deste ano e “recentemente denunciados”.

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Crime e Justiça

Mais Crime e Justiça

Patrocinados